Jornal do Commercio
Rio Grande do Sul

Morre, aos 61 anos, neto de Getúlio Vargas

Getúlio Dornelles Vargas Neto morava em Porto Alegre. Polícia Civil aponta suicídio como causa da morte

Publicado em 17/07/2017, às 20h27

Getúlio Vargas Neto também foi um dos fundadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT) / Reprodução/Facebook
Getúlio Vargas Neto também foi um dos fundadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT)
Reprodução/Facebook
JC Online

Morreu nesta segunda-feira (17), aos 61 anos, o advogado Getúlio Dornelles Vargas Neto, neto do ex-presidente Getúlio Vargas. Seu corpo foi encontrado no apartamento onde morava, no bairro de Moinhos do Vento, localizado em Porto Alegre. Ele também foi um dos fundadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT).

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como suicídio. Um inquérito foi aberto para investigar o ocorrido, mas a Polícia não considera, no momento, nenhuma outra causa para a morte.



Getúlio Vargas Neto foi encontrado caído no chão de seu quarto por uma funcionária que trabalha para a família. Ao lado de seu corpo foram encontrados uma arma e uma carta, destinada para sua família.

Mesma causa de morte do pai e do avô

Com a Polícia tratando o caso como suicídio, a morte de Getúlio Vargas Neto teria a mesma causa que as mortes de seu pai e seu avô. Manuel Antônio Sarmanho Vargas, seu pai, se matou em 1997 aos 79 anos. Já seu avô, Getúlio Vargas, cometeu suicídio no dia 24 de agosto de 1954, enquanto ocupava a presidência do País.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM