Jornal do Commercio
energia

Projeto proíbe construção de usinas nucleares pelos próximos 30 anos

Brasil tem duas usinas em atividade e outra em construção, todas no Rio de Janeiro

Publicado em 31/07/2017, às 12h11

Cristóvam Buarque (PPS-DF) é o autor do projeto de lei / Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Cristóvam Buarque (PPS-DF) é o autor do projeto de lei
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Agência Senado

O PLS 405/2011, do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), suspende, pelo prazo de trinta anos, a construção de novas usinas termonucleares em território nacional. O Brasil tem duas usinas em atividade e outra em construção, todas em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

As usinas são responsáveis pela producção de cerca de 3% de toda a eletricidade no País e 1/3 da energia carioca. As obras para a construção de Angra 3 fpram paralisadas nos anos 80 e retomadas em 2008. Cerca de 70% da usina está pronta.

As investigações da Polícia Federal e do Ministério Público que apuraram o pagamento de propina pela construtora Andrade Gutierrez a ex-executivos da Eletronuclear. Com isso, as obras foram novamente paralisadas.



O senador Cristóvam Buarque já havia apresentado em 2011 um projeto de lei prevendo a suspensão da construção de novas usinas termonucleares no Brasil. As denúncias de corrpução reforçaram a opinião dele sobre a segurança da tecnologia nuclear para produção de energia elétrica.

SEGURANÇA

“Esta constatação da propina é que permite suspeita se houve ou não relaxamento na segurança para tornar mais fácil à empresa vencedora ganhar a licitação”, argumenta Cristovam Buarque. O projeto está na Comissão de Meio Ambiente (CMA) aguardando providências regimentais.

A Associação Brasileira de Energia Nuclear enviou um comunicado à Comissão de Meio Ambiente do Senado garantindo que a tecnologia e a área escolhidas para a construção de Angra 3 são seguras.


Recomendados para você


Comentários

Por Rodinei Moraes,13/11/2017

Já teve respeito... Apoia o governo golpista. Não merece muita atenção do eleitorado. Sem escrúpulos para se manter no poder...Lamentável... sds



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM