Jornal do Commercio
Esportes

Reparo na cobertura do Velódromo Olímpico será contratado nos próximos dias, diz ministro

O ministro apontou que o desafio para o aproveitamento dos equipamentos esportivos que sediaram as competições da Olimpíada é estimular uma cultura de utilização na população do Rio

Publicado em 05/08/2017, às 18h33

Anúncio foi feito em evento que marcou a comemoração de um ano da abertura dos jogos olímpicos / Foto: Francisco Medeiros/Ministério do Esporte
Anúncio foi feito em evento que marcou a comemoração de um ano da abertura dos jogos olímpicos
Foto: Francisco Medeiros/Ministério do Esporte
ABr

A Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) vai contratar nos próximos dias o trabalho de reparo da cobertura do Velódromo Olímpico do Rio de Janeiro, informou neste sábado (5) o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, que participou de um evento que marcou a comemoração de um ano da abertura dos jogos sediados pela cidade.

Picciani destacou que a polícia confirmou que o incêndio foi causado por um balão que atingiu a cobertura do equipamento esportivo. Segundo o ministro, muito em breve o local estará reaberto. "Nosso velódromo foi vítima da prática criminosa da soltura de balões. Ali, podemos ver claramente os prejuízos dessa prática criminosa", disse.

Pista protegida

De acordo com Picciani, a pista do velódromo está protegida, e policiais civis e federais já concluíram a perícia do incidente. "Tenho muita fé que chegarão aos autores dessa prática criminosa."

O ministro apontou que o desafio para o aproveitamento dos equipamentos esportivos que sediaram as competições da Olimpíada é estimular uma cultura de utilização na população do Rio.



"São equipamentos novos e que precisam se integrar à vida das pessoas e da cidade. E isso só ocorre com o passar do tempo, quando você cria uma cultura de utilização dos equipamentos. É isso que temos buscado fazer. Criar uma cultura de utilização dos equipamentos perene no legado olímpico."

O evento contou com a presença do presidente da AGLO, Paulo Márcio Dias Mello, que anunciou a criação de espaço de areia no Parque Olímpico, sem a utilização de recursos públicos. O local será usado para a prática de vôlei de praia e está prevista a construção de uma arquibancada para 5 mil pessoas.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, também participou do evento e anunciou que o Parque Radical, na zona oeste do Rio, será reaberto em setembro. O local foi utilizado para competições como canoagem slalom e bike BMX nos Jogos Olímpicos, e também funcionou como área de lazer nos últimos dois verões, por contar com piscinas utilizadas para a canoagem.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM