Jornal do Commercio
resposta

Ministério não vai tirar Hemobras de Pernambuco, afirma assessoria

Assessoria de Ricardo Barros rebateu críticas feitas em audiência pública no Recife

Publicado em 07/08/2017, às 17h36

Segundo assessoria, ministro Ricardo Barros respondeu questionamentos de senadores em audiência pública semana passada / Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
Segundo assessoria, ministro Ricardo Barros respondeu questionamentos de senadores em audiência pública semana passada
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
Mariana Araújo

A assessoria do Ministério da Saúde afirmou, por telefone, que o ministro Ricardo Barros não informou que a fábrica da Hemobras sairia de Pernambuco. Segundo a assessoria, em nenhum momento, o Ministério disse que ia tirar a empresa do Estado. Há, sim, uma nova proposta vai terminar a fábrica no Estado.

A resposta da assessoria foi provocada após a fala do senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE), na manhã desta segunda-feira (7), em audiência pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Segundo o senador, o impasse em torno da Hemobras ocorre por conta de uma possível transferência na produção do fator VIII recombinante, hemoderivado usado no tratamento de hemofílicos, para uma fábrica em Maringá, no Paraná, um projeto do atual ministro da Saúde, Ricardo Barros. A cidade é reduto político do ministro.

Outro dado questionado pelo Ministério foi o percentual construído do projeto. Na audiência, foi apresentado o dado de que 70% da fábrica estaria concluída. Segundo a pasta, o percentual refere-se apenas à área de fracionamento de plasma.



"AFRONTA"

Na mesma audiência pública, o senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou que a forma como o ministro vem agindo é uma "afronta ao Estado" e que ele age com "desfaçatez". "Porque ele pensa que nós somos idiotas, nós vamos fazer papel de idiotas aqui?", questionou o senador.

Sobre as falas do senador petista, a assessoria de comunicação informou que, na semana passada, foi realizada uma audiência pública no Senado onde Ricardo Barros respondeu a todas as perguntas sobre a instalação de uma nova fábrica de hemoderivados no Paraná, inclusive aos questionamentos do senador Humberto Costa.


Recomendados para você


Comentários

Por Sávio,08/08/2017

O ministro não irar tirar a fábrica, isto é verdade o que vai tirar é o fator VIII recombinante que equivale a 90% da fábrica, este vai tirar e não abre mão. Comentário acima concordo com tudo menos que DILMA ajudou Pernambuco, ela tirou várias diretoria de orgões públicos aqui para a terra natal, ela é persona grata para aqui

Por Lula/Dilma fizeram, Temer Tirar!,07/08/2017

Pois é ................. Lula/Dilma fizeram por Pernambuco, e Temer, e seus comparsas, tentam tirar! Onde estão Ministros-Patetas pernambucanos de Temer que, se quer, se manifestam contrários ao que se pretende fazer? Ficam calados para garantir seus cargos e de seus afilhados políticos e que se dane empregos que deveriam ser pernambucanos. Cadê o governador? Outro omisso que também não tem voz para se posicionar! Aprendam, pernambucanos: o Nordeste jamais terá vez com governos federais do PMDB, PSDB ou DEM a frente!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM