Jornal do Commercio
ELEIÇÕES

'Distritão' é consenso para 2018, diz senador tucano

Por esse sistema, os candidatos mais votados ao Legislativo são eleitos

Publicado em 09/08/2017, às 05h59

Tema vai ser debatido nesta quarta-feira (9) na comissão sobre reforma política instalada na Câmara / Foto: José Cruz/Agência Brasil
Tema vai ser debatido nesta quarta-feira (9) na comissão sobre reforma política instalada na Câmara
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) afirmou nessa terça-feira (8) que está se formando consenso em torno da proposta de se adotar o modelo chamado de "distritão" em 2018. Por esse sistema, os candidatos mais votados ao Legislativo são eleitos.

O tema vai ser debatido nesta quarta-feira (9) na comissão sobre reforma política instalada na Câmara. Se o novo modelo for aprovado pelos deputados, ainda terá que ser analisado pelo Senado.

"O sentimento que eu tenho é que os parlamentares devem aprovar o 'distritão' para 2018 e o distrital misto a partir de 2022", disse. A declaração foi dada após participar de um jantar com deputados e senadores para discutir reforma política.



Segundo ele, o próprio relator da comissão, deputado Vicente Cândido (PT-SP), admitiu que o novo sistema vai ser aprovado. Até agora, ele não incluiu o modelo no seu relatório, mas deputados trabalham para convencê-lo a propor o "distritão" na versão final do texto que será apresentada nesta quarta-feira. O PT é contra a proposta.

Financiamento de campanha

Segundo o senador, ainda há "muita divergência" sobre a criação do fundo público para financiamento de campanha. Pela proposta, será destinado um montante de R$ 3,6 bilhões para os partidos distribuírem aos candidatos.

Ferraço é autor de uma das propostas que já foi aprovada no Senado e agora tramita da Câmara, sobre o fim das coligações proporcionais e a criação de uma cláusula de barreira. Esse outro projeto deve ser analisado pela comissão instalada na Câmara nesta quinta-feira, 10.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM