Jornal do Commercio
hemobrás

Temer chama para si questão da Hemobrás

Presidente se reuniu com deputados pernambucanos e afirmou que ministro da Saúde não atuará à revelia

Publicado em 10/08/2017, às 06h12

“Fiquem tranquilos. Já chamei para mim e já conversei com o Ricardo”, disse Temer a deputados / Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
“Fiquem tranquilos. Já chamei para mim e já conversei com o Ricardo”, disse Temer a deputados
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Mariana Araújo

O presidente Michel Temer (PMDB) assumiu a questão da transferência de parte das atribuições da Hemobrás para uma nova fábrica de hemoderivados que poderá ser construída em Maringá, no Paraná. Na semana passada, Temer recebeu os deputados pernambucanos Augusto Coutinho (SD) e Cadoca (Sem Partido), quando o assunto foi tratado. “Fiquem tranquilos. Já chamei para mim e já conversei com o Ricardo”, afirmou o presidente aos parlamentares pernambucanos, referindo-se ao ministro da Saúde, Ricardo Barros. Temer teria assegurado, também, que esse assunto não avançaria sem a anuência dele.

Nessa quarta (9), em entrevista à Rádio Jornal, Barros foi enfático ao afirmar que já tinha a solução para a conclusão da fábrica em Goiana, na Mata Norte, através de uma PPP com a empresa irlandesa Shire, e que não iria entrar em questão de “bairrismo”.

O ministro disse, ainda, que a fábrica era um “esqueleto”. “A gente tem um esqueleto de uma fábrica aí há muitos anos e eu consegui o investidor para terminar esse esqueleto e por para funcionar a fábrica (...) Eu não vou aceitar essa discussão bairrista, nós temos que resolver o problema e eu estou com a solução para fazer funcionar essa fábrica que recebi anos sem funcionar e inacabada. Eu tenho a solução. Espero que Pernambuco receba de braços abertos a solução desse problema”, declarou o ministro da Saúde.

A decisão de Temer veio após uma mobilização da bancada pernambucana, com participação de deputados da Paraíba. A proximidade do Estado vizinho com a cidade de Goiana pode levar para lá empresas de suporte à estatal.



Na próxima terça-feira (15), será lançada uma Frente Parlamentar em Defesa da Hemobrás. A presidência ficará com o deputado João Fernando Coutinho (PSB) e as vices serão compartilhadas entre nomes oposicionistas, como Augusto Coutinho (SD) e o senador Humberto Costa (PT). Mais de 200 parlamentares assinaram um documento para a criação da Frente. “É mais um ambiente de visibilidade à causa, legitima mais a interlocução com a participação da Frente”, disse João Fernando Coutinho.

“O ministro quer a todo custo levar a produção do fator recombinante para o Paraná, que é a parte mais rentável e mais atrativa da indústria de hemoderivados. Seria um dano para o País, para o Nordeste e para Pernambuco”, acrescentou João Fernando.
Uma das ideias propostas por Coutinho a Temer é a unificação de emendas da bancada em prol da conclusão da fábrica de Goiana. Uma das propostas apresentadas pelo ministro é uma PPP com a Shire, que investiria US$ 250 milhões em Pernambuco. Ontem, Ricardo Barros receberia a bancada pernambucana para debater o assunto. A reunião acabou sendo adiada para a próxima
terça.

TCU

A aposta da bancada ontem era na medida cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU) que veta a contratação de novos contratos e mantém a Parceria de Desenvolvimento Produtivo (PDP) com a empresa irlandesa Baxalta/Shire para gerar o fator VIII recombinante. Ontem, a área técnica do TCU recomendou que a medida fosse acatada, mas o ministro Vital do Rego vetou, alegando que o Ministério da Saúde tenha cinco dias para se manifestar.

O Ministério da Saúde tem atualmente duas propostas de investimento para a Hemobrás. A empresa suíça Octapharma e o Instituto de Tecnologia do Paraná (TecPar), através de um consórcio, querem investir US$ 200 milhões no Paraná e aportar mais US$ 250 milhões na conclusão da fábrica de fracionamento de plasma em Pernambuco. Já a Shire deseja terminar a planta pernambucana, investindo US$ 250 milhões.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Prêmio ISS Recife Prêmio ISS Recife
Principal item da receita própria dos municípios, o Imposto Sobre Serviços (ISS) entra no cofre das prefeituras tanto para custear despesas quanto para viabilizar investimentos nas cidades.
#ConexãoPelaVida #ConexãoPelaVida
Há quase dois séculos, o Real Hospital Português mantém a sua atenção voltada para o bem-estar dos pacientes. Conheça um pouco mais sobre a instituição médica que aos 162 não para de se modernizar
Agreste Empreendedor Agreste Empreendedor
O Agreste pernambucano é a região que mais cresce em Pernambuco. E, por incrível que pareça, a força motriz que puxou esse desenvolvimento foi o empreendedorismo.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM