Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

Haddad diz que Bolsonaro representa obscurantismo e Brasil merece mais

Para Fernando Haddad, Jair Bolsonaro representa o que tem de mais obscurantista surgindo no mundo

Publicado em 11/08/2017, às 14h19

'Acho que o Brasil merece muito mais do que isto', diz Haddad sobre Bolsonaro / Foto: Vinícius Sales/Especial para o JC
'Acho que o Brasil merece muito mais do que isto', diz Haddad sobre Bolsonaro
Foto: Vinícius Sales/Especial para o JC
Da Editoria de Política

Cotado como opção no PT para disputar a presidência da República, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad afirmou, na tarde desta sexta-feira (11), em entrevista ao programa Resenha Política, da TV JC, que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) representa "o que tem de mais obscurantista surgindo no mundo".

Para Haddad, Bolsonaro "aparentemente" será candidato. "Vai ser um presidente da República uma pessoa que tem essa visão? Eu acho que o Brasil merece muito mais do que isso", disparou.



"Ele estará na disputa. Mas ele é representante do que tem de mais obscurantistas surgindo no mundo. A intolerância, a falta de diálogo, a prepotência. É uma pessoa que expressa um caldo de cultura que foi alimentado esses últimos anos. Tem no mundo inteiro. Não tão rebaixado quanto aqui. Mas a intolerância no mundo inteiro voltou a aflorar", afirmou o petista.

REVEJA A ENTREVISTA:


Recomendados para você


Comentários

Por Walmir,12/08/2017

É MELHOR SR HADDAD... JAIR SE ACOSTUMANDO KKKKK



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM