Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

Haddad diz que se fosse Doria não romperia confiança de Alckmin

Fernando Haddad diz que se tivesse no lugar de João Doria não deixaria Prefeitura de São Paulo

Publicado em 11/08/2017, às 15h15

Fernando Haddad diz que João Doria incita a violência / Foto: Vinícius Sales/Especial para o JC
Fernando Haddad diz que João Doria incita a violência
Foto: Vinícius Sales/Especial para o JC
Da Editoria de Política

Em meio a indefinição sobre quem será o candidato do PSDB à presidência da República, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) afirmou nesta sexta-feira (11), em entrevista ao programa Resenha Política, da TV JC, que se fosse o atual gestor da Capital paulista, João Doria (PSDB), não romperia a confiança do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que o ajudou a se eleger, e não deixaria a prefeitura. Apesar de ser afilhado de Alckmin, o nome de Doria rivaliza com ele como opção presidencial tucana.

"Jamais faria essas coisas. Jamais. Por nada no mundo. Nem pela presidência, nem por nada. Essa coisa do outsider as vezes tem que ser vista de vários angulos. Tem uma questão de valores na política que precisam ser considerados. Se eu assumisse, como ele assumiu, o compromisso de ficar 4 anos a frente da prefeitura de são Paulo, eu não sairia por nada. Mas é a maneira como eu vejo a política. Se eu assumisse que ia apoiar GA, sendo do PSDB, eu não ia romper essa confiança", afirmou Haddad, cotado como opção no PT para tentar o Palácio do Planalto.



Ao comentar o episódio em que o atual prefeito de São Paulo foi atingido com ovos numa passagem por Salvador, Haddad disse que Doria tem "incitado a violência" na cidade contra ciclistas e grafiteiros, por exemplo. "Quando você parte para o tipo de embate, de bate-boca, você está sujeito. Isso não justifica a atitude do outro lado. Eu acho errado", explicou.

REVEJA A ENTREVISTA:


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM