Jornal do Commercio
SUSPEIÇÃO DE JANOT

Advogado diz que Temer está sofrendo e pede que ''deixem-no em paz'' no STF

Mariz recorreu ao "sofrimento" do presidente com as acusações, citando até um irmão doente do peemedebista

Publicado em 13/09/2017, às 15h06

Michel Temer pediu que Janot fosse afastado das investigações contra ele / Foto: Nelson Jr/SCO/STF
Michel Temer pediu que Janot fosse afastado das investigações contra ele
Foto: Nelson Jr/SCO/STF
JC Online

Ao defender o presidente Michel Temer, durante sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que vota o pedido de suspeição de Janot nas investigações contra o peemedebista, o advogado Claudio Mariz de Oliveira disse que Temer está sofrendo, assim como a primeira-dama Marcela Temer. Pedindo comedimento do Ministério Público, o advogado citou inclusive um irmão doente do presidente ao fazer a defesa na tribuna.

"Não é assim que os grandes procuradores agiam, é preciso que haja comedimento. Se está acusando um cidadão, se está acusando um cidadão brasileiro que é o Presidente da República, quer se queira quer não se queira. é o homem que responderá pelo País durante um ano e meio daqui pra frente. Deixem-no em paz. Pensem um pouco no sofrimento que essa conduta está infligindo o presidente da República, seus filhos, a mulher e um irmão doente", afirmou.



Suspeição

Ao pedir a suspeição de Janot, por agir num empenho pessoal nas investigação, a defesa de Temer apontou as declarações de Janot como provas do comprometimento pessoal dele na investigação. Segundo Mariz de Oliveira, o fato do pgr ter dito que “enquanto houver bambu, lá vai flecha”, referente à denúncia contra o peemedebista, bem como o fatiamento de denúncia contra o presidente, apontam a conduta adversa ao cargo de procurador-geral da República.

O plenário do Supremo Tribunal Federal julga nesta tarde o pedido de afastamento de Janot da investigação. A primeira denúncia contra Temer, por corrupção passiva, foi rejeitada pelo Congresso. Nessa terça-feira (12), o ministro Barroso determinou a abertura de um novo inquérito contra o presidente por suposto esquema em edição no Decreto dos Portos, e uma nova denúncia é esperada contra Temer até a saída de Janot da PGR, no próximo dia 17.


Recomendados para você


Comentários

Por Carlos Ferreira da Silva,17/09/2017

Bunda vaga e puxa saco! Estou me lixando se esse bandido está sofrendo!

Por luiz fernando tubino,16/09/2017

o advogado do temer fala em sofrimento do seu cliente ladrão, líder de quadrilha e que pela sua atitude faz milhões de brasileiros sofrerem sem emprego, sem saúde e sem habitação. Vivem humilhados e em permanente sofrimento.

Por afonso Schroeder,16/09/2017

Quando começar a pagar a pena na cadeia o sofrimento para "Michel Temer" é traidor, golpista, mentiroso, impostor e corrupto comprovado com uma quadrilha de décadas de corruptores e corruptos e lugar de pessoas com esta qualificação só tem um lugar cadeia já "Michel Temer" e toda sua quadrilha por todo Brasil.

Por arlete costa serrão,15/09/2017

Ai que dor esse verme é muito cara de pau mesmo .

Por arlete costa serrão,15/09/2017

Esse usurpador tem que apodrecer na cadeia . Brasil esta entregue nas mãos dessa quadrilha.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM