Jornal do Commercio
SUPREMO

STF decide que afastamento de parlamentar precisa de aval do Congresso

Voto decisivo foi proferido pela presidente do Supremo, Cármen Lúcia

Publicado em 11/10/2017, às 21h25

O STF julgou uma ação direta de inconstitucionalidade protocolada pelo PP e pelo PSC / Foto: ABr
O STF julgou uma ação direta de inconstitucionalidade protocolada pelo PP e pelo PSC
Foto: ABr
JC Online e ABr

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, na noite desta quarta-feira (11), que o afastamento de qualquer parlamentar precisa de aval do Congresso. O último e decisivo voto foi proferido pela presidente do Supremo, Cármen Lúcia. 

Os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux votaram pela possibilidade de afastamento sem aval da Câmara dos Deputados ou do Senado. Carmen Lúcia, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Marco Aurélio se manifestaram contra.



Ação direta de inconstitucionalidade

O STF julgou uma ação direta de inconstitucionalidade protocolada pelo PP e pelo PSC, que entendem que todas as medidas cautelares diversas da prisão previstas no Código de Processo Penal (CPP) precisam ser referendadas em 24 horas pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado quando forem direcionadas a parlamentares. Entre as previsões está o afastamento temporário da função pública. A ação foi protocolada no ano passado, após a decisão da Corte que afastou o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato.

Aécio Neves

A decisão da Corte é decisiva na revisão da medida adotada pela Primeira Turma, que afastou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato e determinou seu recolhimento noturno.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Paulo,12/10/2017

O STF, é um lixo, igualzinho a câmara e o senado!

Por Santos,12/10/2017

Exatamente Sr. Tarciano. Disse tudo.

Por Paulo,12/10/2017

Nunca vi um Supremo que não julga nada! Verdadeiramente são uns covardes os que votaram a favor do congresso julgar suas ações! Agora que o negócio vai ficar a bu ti co!

Por Adilson Benevides,12/10/2017

O supremo julgou pela constituiçao

Por robson,12/10/2017

O STF . acaba de se desclassificar para a segunda divisão . o congresso, esse sim, passou a ser o SUPREMO, vergonha.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM