Jornal do Commercio
PRISÃO

PF diz que Puccinelli tinha 'papel central' em desvios milionários

O ex-governador do Mato Grosso do Sul foi preso nesta terça-feira (14) na Operação Papiros de Lama

Publicado em 14/11/2017, às 13h30

Puccinelli já usava tornozeleira eletrônica desde maio, por ordem judicial / Foto: Agência Brasil
Puccinelli já usava tornozeleira eletrônica desde maio, por ordem judicial
Foto: Agência Brasil
ESTADÃO CONTEÚDO

A Polícia Federal (PF) atribui ao ex-governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB) "papel central" na organização criminosa acusada de desviar pelo menos R$ 235 milhões dos cofres públicos por meio de fraudes a licitações de obras com recursos da União e concessão de créditos tributários direcionados a grupos empresariais.

Puccinelli foi preso em regime preventivo nesta terça-feira (14) na Operação Papiros de Lama, quinta fase da Operação Lama Asfáltica. Um filho dele, o advogado André Puccinelli Júnior, foi levado para depor na PF em Campo Grande.

"A investigação entende que o ex-governador tinha um papel central até porque era beneficiário e garantidor de todo o esquema", declarou o delegado Cléo Mazzotti, da PF, segundo informou o site de notícias Campo Grande News.



Puccinelli já usava tornozeleira eletrônica desde maio, por ordem judicial. Ele foi o chefe do Executivo de Mato Grosso do Sul por dois mandatos, entre 2007 e 2014, período em que teria recebido propinas em dinheiro vivo das mãos do fazendeiro Ivanildo da Cunha Miranda, que fechou acordo de delação premiada.

Segundo o Campo Grande News, no próximo sábado, dia 18, o PMDB promoveria a convenção estadual para eleger Puccinelli presidente do partido. Ele tem planos de concorrer novamente ao governo do Estado em 2018.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Andrea,14/11/2017

A origem de todos os males do Brasil: os governantes. O roubo de Bilhões dos cofres públicos durante décadas deixou o país mergulhado nessa crise sem fim.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM