Jornal do Commercio
Reforma da previdência

Por aprovação da Reforma da Previdência, governo promete R$ 10 bilhões em obras

Segundo informações do governo, o dinheiro saíra dos resultados que a mova reforma trará para a economia brasileira

Publicado em 10/01/2018, às 07h46

Segundo informações do governo, o dinheiro saíra dos resultados que a mova reforma trará para a economia brasileira / Foto: EBC
Segundo informações do governo, o dinheiro saíra dos resultados que a mova reforma trará para a economia brasileira
Foto: EBC
JC Online

A reforma da Previdência no Brasil ainda é uma das incertezas para o governo do presidente Michel Temer. Por este motivo, Temer decidiu aumentar a munição do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB-MS) para R$ 10 bilhões com o objetivo de realizar a finalização de obras em redutos eleitorais de deputados 'indecisos'. A estratégia é utilizar esta quantia para pressionar o Congresso, que retorna do recesso. Segundo informações do governo, o dinheiro saíra dos resultados que a nova reforma trará para a economia brasileira. As informações são da Folha de S. Paulo.

Cálculos

De acordo com os cálculos da equipe econômica, se a reforma da previdência chegar a ser aprovada neste mês de fevereiro, vai gerar uma sobra de R$ 10 bilhões nos cofres brasileiros. Os economistas ainda afirmam que, se a reforma demorar a passar, menos dinheiro ela irá gerar. A previsão é que no mês de março ela caia para cerca de R$ 7 bilhões e no mês de abril, R$ 4 bilhões.

Outras promessas

No mês de dezembro do ano passado, Michel Temer decidiu liberar cerca de R$ 3 bilhões a municípios em 2018 caso a reforma da Previdência seja provada. O objetivo era pressionar os prefeios a influenciarem os deputados na Câmara, para que votassem a favor da reforma.

Prioridades

As obras que estão em andamento, ou seja, precisam de pouco dinheiro para serem inaugurados, ganhariam uma maior prioridade. São elas: os ajustes finais na duplicação da rodovia Régis Bittencourt, na serra do Cafezal, obra praticamente concluída; a segunda fase da linha de transmissão de Belo Monte; a BR-163, no Pará, os aeroportos de Vitória (ES) e Macapá (AP) e a ponte do rio Guaíba (RS).

Para o governo de Temer, essas obras estão encaixadas como forma de campanha, já que beneficiariam os municípios afetados, e assim, a geração de votos.



Para que estas obras recebam a quantia, a reforma precisaria ser votada o quanto antes, já que a legislação brasileira não permite que o governo destine recursos para obras três meses antes das eleições.

Mais pressão

Uma ameaça ainda 'atormenta' os deputados para que votem o mais rápido possível: a do congelamento de despesas que ode chegar a R$ 50 bilhões. Assim, as obras poderão ter um novo corte.

Articulação objetiva votos na Câmara para aprovar reforma da Previdência

O governo precisa de 308 votos na Câmara para aprovar a reforma, mas está tendo dificuldades para isso. Para conseguir apoio, o governo tem feito indicações políticas. Aguardar decisão do Supremo é uma forma do Planalto transferir o ônus para o PTB e, diante da manutenção da suspensão, argumentar que não há outra saída a não ser sugerir outro nome no lugar de Cristiane.

Desde a indicação, o nome de Cristiane Brasil está envolvido em polêmicas. Ela foi condenada a pagar R$ 60 mil a um de seus ex-motoristas. Outro ex-funcionário fez um acordo no valor de R$ 14 mil com a deputada para evitar nova condenação.

 


Recomendados para você


Comentários

Por jose batista neto,11/01/2018

Diante das fontes bilionárias de arrecadação da seguridade social (9 fontes), diante do resultado da própria ANFIP, desejaria provar onde quer que fosse, que a seguridade social brasileira não tem déficit. Chamo qualquer profissional, jornalista, político, etc. para um debate por meio de uma emissora que tenha audiência em nível nacional. Trabalhei na Previdência mais de 34 anos, ministro palestras e desejo oferecer os meus préstimos para desmascarar a qualquer pessoa que pense que tem déficit. Derrubo tecnicamente a máscara desses vagabundos se me derem oportunidade.

Por ROSELI,11/01/2018

Se for concretizado mais esse absurdo, vamos ser mais atentos na hora do voto para não deixar pessoas sem moral governando o nosso País. Rezar para que ainda tenhamos governantes descentes e não aprovem essa reforma de Temer. Para a reforma da previdência ainda tem muito a ser discutido e deve ser com o aval do povo.

Por Agmar,11/01/2018

Parem de roubar o dinheiro publico, que vai sobrar muito dinheiro para a Educação, Saúde e Segurança, não precisa de reforma da previdencia, quem votar nesta deforma não vai ser reeleito.

Por Arruda,11/01/2018

Mais uma DESCARADA COMPRA DE VOTOS com o dinheiro público, bando de LADRÕES aproveitadores, Temer e sua QUADRILHA (Maia, Marum, Meirelles, Perondi, Jucá e tantos outros), o povo tem que acordar para essa MALDITA reforma da previdência que vai atolar o povo num lamaçal, de onde será difícil sair, se passar (por culpa daqueles que venderem seu voto), será apenas mais uma fonte de arrecadação, da qual pouquíssimos poderão usufruir (POVO) e muitos embolsarão nosso dinheiro (políticos ladrões, banqueiros e empresários)... FORA TEMER E SUA QUADRILHA, vamos renovar esse congresso e colocar no governo quem realmente tem compromisso com os mais pobres, ACORDA POVO!!!!

Por Fabiano de almeida,11/01/2018

hoje os aposentados que alimenta os seus netos evitando assim que vao para o crime,porque não tem emprego para os adolescentes do País,com a reforma da previdência o futuro do Pais será de mais violência e miséria,por que País desenvolvidoé dinheiro na mão do povo,agora no Brasil o milhões fica na mão de meia dúzia.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM