Jornal do Commercio
Declaração

'A democracia não está em risco no Brasil', diz Moro

Segundo o juiz, as investigações de corrupção revelaram fatos 'vergonhosos' , mas sua punição, afirma, deve ser motivo de orgulho para o País

Publicado em 16/04/2018, às 17h15

Em julho, Moro condenou Lula
por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá / Foto: Agência Brasil
Em julho, Moro condenou Lula por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá
Foto: Agência Brasil
Estadão Conteúdo

"Deixa eu dizer alto e claro: a democracia não está em risco no Brasil", disse nesta segunda-feira, 16, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela condenação à prisão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato.

Segundo Moro, as investigações de corrupção sob sua responsabilidade e de outros magistrados revelaram fatos "vergonhosos", mas sua punição, afirma, deve ser motivo de orgulho para o País. Em palestra na Escola de Direito da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, Moro mencionou trecho de discurso feito em 1903 pelo ex-presidente dos EUA Theodore Roosevelt (1858-1919) para reforçar sua posição: "A exposição e a punição da corrupção pública é uma honra para uma nação, não uma desgraça. A vergonha está na tolerância, não na correção".



Em julho, Moro condenou Lula a 9 anos e 6 meses por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Em janeiro, o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) confirmou a condenação e elevou a pena a 12 anos e 1 mês. Lula foi preso por determinação de Moro no dia 5, depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar pedido de habeas corpus preventivo apresentado por seus advogados.

Aliados do ex-presidente sustentam que o julgamento teve motivações políticas e representam uma ameaça ao sistema democrático. Para eles, não há provas para a condenação do ex-presidente e a proibição de sua participação na eleição representa um golpe. Lula pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que proíbe o registro de candidatos que tenham sido condenados criminalmente em segunda instância.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por impostos alto retorno zero,17/04/2018

Regime politico corrupto, reforma politica urgente, pois todos sem exceção estão envolvido de forma direta ou indireta. Empresario que a seculos propina funcionários públicos e quando insatisfeito mandava prender acusando de ladrão, e predominava a palavra do poderoso. Não tem um presidente que nesse regime politico, que não tenha uma pessoa que articule com os mafiosos. Temos uma porrada de presidenciáveis que se diz moralizador e honesto, você acredita que ele governe? Como ganhar apoio em um congresso com mais de 500 deputados, das mas variadas qualidades, meu deus é muita gente e no senado também, sem falar na qualidade desses que vaia muito. Para que deputado estadual, vereador, sei não, muita gente para nada, e com alguma exceções qualidade ZERO.

Por Observador,17/04/2018

'Só vou por a cabecinha', dizia eu a minha namorada

Por Observador,17/04/2018

'Entra no vagão, é só um passeio', diz Hitler

Por Observador,17/04/2018

'A democracia não está em risco no Brasil', diz Moro. HUAHUAHUAHUAHUAHUA...

Por Sandro,17/04/2018

E a vergonha que é o judiciário brasileiro?! Um vergonhoso auxílio-moradia, vergonhosas verbas retroativas, que deixam os magistrados ricos. Juízes julgando os pares em benefício próprio, num explícito corporativismo. No judiciário brasileiro não existe imparcialidade. Quando é que o juiz moro vai combater essa imoralidade nacional que atinge a ele próprio?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM