Jornal do Commercio
Denúncia

STF decide nesta terça se torna Aécio réu por corrupção passiva e obstrução

A sessão está marcada para às 14h, mas não será transmitida ao vivo pela TV Justiça

Publicado em 17/04/2018, às 07h32

Na conversa gravada entre Joesley e Aécio, base para a denúncia, eles acertam o pagamento dos R$ 2 milhões em quatro parcelas de R$ 500 mil
 / Foto: EBC
Na conversa gravada entre Joesley e Aécio, base para a denúncia, eles acertam o pagamento dos R$ 2 milhões em quatro parcelas de R$ 500 mil
Foto: EBC
JC Online
Com informações do Estadão Conteúdo

A primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), composta pelos ministros Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso, julga nesta terça-feira (17), se recebe a denúncia oferecida pela Procuradoria-geral da República (PGR) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pelos supostos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça, instaurado em maio de 2017, com base na delação da JBS. A sessão está marcada para às 14h, mas não será transmitida ao vivo pela TV Justiça.

O relator do inquérito é Marco Aurélio e a defesa do senador tem a expectativa de que a denúncia seja rejeitada pela Corte. Aécio aparece em uma gravação em que pede R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, um dos donos da J&F, que administra a JBS, sob a justificativa de que precisava pagar despesas com sua defesa na Lava Jato.

Nesse inquérito, também são investigados a irmã do senador, Andréa Neves, seu primo Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (MDB-MG).

Na conversa gravada entre Joesley e Aécio, base para a denúncia, eles acertam o pagamento dos R$ 2 milhões em quatro parcelas de R$ 500 mil. Aécio enviou o primo, Fred, e disse: "Tem que ser um que a gente mata ele antes de fazer delação. Vai ser o Fred com um cara seu. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara".



A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, acusou Aécio de usar o cargo para atingir "objetivos espúrios" ao pedir o recebimento da denúncia, que havia sido feita pelo seu antecessor, Rodrigo Janot.

"O teor das articulações de Aécio Neves, obtidas por meio das interceptações telefônicas, ilustra de forma indubitável que a conduta do acusado, que procurou de todas as formas que estavam ao seu alcance livrar a si mesmo e a seus colegas das investigações, não se cuidou de legítimo exercício da atividade parlamentar. Ao contrário, o senador vilipendiou de forma decisiva o escopo de um mandato eletivo e não poupou esforços para, valendo-se do cargo público, atingir seus objetivos espúrios", afirmou Raquel Dodge.

Defesa

Procurado pela reportagem, o advogado Alberto Zacharias Toron, que defende o senador tucano, foi sucinto. "Nós não temos sinalização de como a Turma irá julgar, mas a expectativa é de ser rejeitado."

 


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por silva,17/04/2018

Cadeia nele, na fila: Aécio, Temer, Jucá, Moreira Franco, Padilha, Renan, Eduardo Campos, Jarbas, Mendonça, Gleisy, FHC, Sarney, Pezão, Renildo Calheiros, Luciana Santos, Serra, Geraldo Alkimim, Rodrigo Maia, Agripino Maia, Paulo Camara,Collor, Geraldo Julio, Marcos Feliciano, Ana Amélia, Pastor Everaldo,Pastor Silas Malafaia, etc etc etc etc ....caixa 2, e 3, propinas, esses entendem de propina, o congresso quase todos...senado também ...

Por LYRA,17/04/2018

Será a maior vergonha do nosso já vergonhoso, podre e não confiável judiciário, se os seus "ministros" não julgarem procedentes as acusações contra esse que é um dos maiores BANDIDOS dessa grande quadrilha que é a podre politica nacional mas, onde contamos com sujeitos desprezíveis e sem nenhuma noção de responsabilidade para com os seus deveres, como é o caso principal do tal BOCA DE CAÇAPA, também conhecido pelo VULGO de GilmaU Mendes mas, sem esquecer um Morais, Toffoli, Lewandowiski, tudo podemos esperar e tudo pode acontecer, O RÉU É RICO E PODE COMPENSAR FAVORES.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM