Jornal do Commercio
Denúncia

Joesley afirma em depoimento que pagava mesada de R$ 50 mil a Aécio

Entre 2015 e 2017, a JBS teria pago à rádio da família do tucano cerca de R$ 864 mil

Publicado em 20/04/2018, às 11h16

Os pagamentos teriam sido solicitados diretamente por Aécio em um encontro realizado no Rio de Janeiro / Foto: EVARISTO SA / AFP
Os pagamentos teriam sido solicitados diretamente por Aécio em um encontro realizado no Rio de Janeiro
Foto: EVARISTO SA / AFP
JC Online

Em depoimento à Procuradoria Geral da República (PGR), o empresário Joesley Batista afirmou que pagou uma mesada de R$ 50 mil ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), nos anos de 2015 e 2017. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o empresário da JBS ainda contou que o dinheiro chegava ao tucano por meio de pagamentos feitos pela JBS à rádio Arco Íris, afiliada da Joven Pan em Belo Horizonte, da qual o tucano foi sócio.

Os pagamentos teriam sido solicitados diretamente por Aécio em um encontro realizado no Rio de Janeiro, no qual o senador disse que usaria a quantia para "custeio mensal de suas despesas", segundo palavras do empresário.

Entre os anos de 2015 e 2017, Joesley teria entregue aos procuradores 16 notas fiscais emitidas pela Rádio Arco Íris e que a própria JBS figura nas notas como a empresa cobrada.

Valores

De acordo com a apuração do jornal Folha de S. Paulo, as notas fiscais têm como justificativa a prestação de "serviço de publicidade" e trazem a descrição de que o valor mensal era de "patrocínio do Jornal da Manhã", um dos programas da rádio.

O empresário da JBS contou em depoimento que o primeiro pagamento aconteceu em 2015, um ano após o início da Operação Lava Jato, e que o último teria sido realizado em junho de 2017.



Ao todo, a JBS teria pago à rádio da família do tucano cerca de R$ 864 mil.

Defesa

De acordo com a Folha de S. Paulo, o advogado do tucano, Alberto Toron, disse, por meio de nota, que Joesley se aproveita de uma "relação comercial lícita" para "forjar mais uma falsa acusação".

Ele confirmou a relação financeira entre JBS e a rádio Arco Íris e negou que Aécio, ao contrário do que diz Joesley, tenha solicitado os recursos para despesas pessoais.

"O senador jamais fez qualquer pedido nesse sentido ao delator, da mesma forma que, em toda a sua vida pública, não consta nenhum ato em favor do grupo empresarial."

Já a rádio Arco Íris afirmou estar 'surpresa' com o depoimento de Joesley Batista e por este tentar "dar caráter político a uma relação estritamente comercial, comprovadamente correta, legal e legítima na prestação de serviços publicitários".


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por sou do bem!,20/04/2018

antes propina pra direita que pra esquerda. simples assim.

Por CIDADÃ,20/04/2018

Não era mesada, era "empréstimo" mensal.

Por Monteiro,20/04/2018

Não seria um novo mensalinho?

Por Fabio,20/04/2018

É incrível como o brasileiro é idiota e cai nessa da mídia controlando tudo... Vamos mudar as coisas ao invés de ficar tu é de esquerda tu é de direita, é tu, é tu... Meu Deus do ceu... Somos todos cidadãos roubados e enganados gente, abre a mente.. Para de defender politico. Pode ser esquerda, direita, centro, ditadura, Presidencialismo, parlamentarismo, monarquismo, etc.... todos nos roubam a seculos. Roubaram nossos ancestrais, nossos bisavos, avos, pais e continuaram roubando nossos filhos, netos descendentes por mais seculos e seculos e ao invés de fazer alguma coisa ficamos nessa de fazer o que a mídia e elite quer. Naõ vai aparecer ninguem para nos salvar não gente. Vamos nos conscientizar e sempre fiscalizar o noosssooo dinheiro publico caramba.

Por LYRA,20/04/2018

Vamos esperar um pouco para que possamos ter as provas necessárias para levar esse PACOTE DE COCAÍNA para a cadeia mas, tenhamos a certeza que tudo que o amigo intimo e compadre de Temer contou até hoje aos procurados dessa zona chamada brasil é pura verdade pois, jamais ninguém seria idiota de ir a um tribunal contar inverdades para ainda mais prejudicar a sua situação que já é totalmente contra ele, ou seja, o dinheiro foi pago ao Aécio DAS NEVES, que tem sim de ser preso e, junto com ele a irmã, o primo e quem sabe esse advogadozinho de meia tigela.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM