Jornal do Commercio
Lava Jato

Lava Jato denuncia seis por propinas milionárias na Abreu e Lima

Entre os envolvidos, está o ex-diretor da Petrobras, Pedro Barusco

Publicado em 09/06/2018, às 10h08

Entre os envolvidos, está o ex-diretor da Petrobras, Pedro Barusco / Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Entre os envolvidos, está o ex-diretor da Petrobras, Pedro Barusco
Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Estadão Conteúdo

A força-tarefa da Lava Jato ofereceu denúncia contra seis pessoas por propinas de R$ 9,6 milhões na construção de casa de força da Refinaria Abreu e Lima, em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Entre os denunciados está Sérgio Bocaletti, que foi preso na 51ª fase da operação, deflagrada em maio. Ele é apontado como operador de desvios em contratos da estatal.

Segundo a denúncia, executivos da Alusa, contratada para obras na Abreu e Lima, pagaram propinas ao ex-diretor da Petrobras Pedro Barusco e ao ex-gerente Glauco Colepicolo. O valor de R$ 9,6 milhões era referente a 1% do contrato com a petrolífera.



Bocaletti e outro denunciado, Luís Eduardo Campos Barbosa, são acusados de ajudarem a ocultar propinas aos ex-agentes públicos (lavagem de dinheiro).

A força-tarefa denunciou os ex-diretores da Alusa, Mário de Andrade (corrupção ativa), José Lázaro (corrupção ativa e lavagem de dinheiro), César Godoy (corrupção ativa e lavagem de dinheiro) pelas propinas pagas aos ex-diretores da estatal e ainda acusou o ex-executivo da Odebrecht, Rogério Araújo, por lavagem de dinheiro.

Defesas

A reportagem está tentando contato com os acusados. O espaço está aberto para manifestação.


Recomendados para você


Comentários

Por REINALDO DA SILVA LIMA,10/06/2018

QUEM VOTAR NESSA CORJA DE BANDIDOS É POR QUE BANDIDO É, E NAO VENHAM DEPOIS CHOROMINGAR.

Por ronaldo,10/06/2018

DESDE CRIANÇA, OBSERVO QUE QUEM MAIS ROUBA O DINHEIRO PÚBLICO SÃO OS RICOS,DOUTORES,EMPRESÁRIOS,MILITARES GRADUADOS( E ALGUNS COM POUCAS GRADUAÇÕES ),BANQUEIROS,LATIFUNDIÁRIOS,POLÍTICOS,LOBISTAS E ALTOS FUNCIONÁRIOS DE EMPRESAS ESTATAIS. INEGAVELMENTE, QUE ESSES RATOS IMUNDOS SÃO DOUTORES E DEVERIAM SERVIR DE ESPELHO PARA AS GERAÇÕES DO FUTURO,MAS,VERGONHOSAMENTE,SE COMPORTAM COMO MARGINAIS, QUANDO DEVERIAM DAR EXEMPLO DE HONESTIDADE. NEM SEMPRE SER ORIUNDO DE EXCELENTES ESCOLAS QUER DIZER QUE O SUJEITO É HONESTO E NÃO ADIANTA TER TANTO SABER E SER UM BANDIDO. VERGONHA,COMO DIZIA A MINHA AVÓ,VEM DE BERÇO.

Por LYRA,10/06/2018

Nessa lista faltam inúmeros nomes, como o do BANDIDO MORTO Eduardo Campos 10%, de sua mulher, a viúva que não chora (mas, também cheia da grana), Paulo Câmara, Geraldo Julio, Fernando Bezerra Coelho, Tadeu Alencar e etc. Com o CHEFE DA QUADRILHA morto, pelo menos a justiça tem o DEVER e a OBRIGAÇÃO de pelo menos resgatar o que foi roubado pelo mesmo e que se encontra em poder da viúva que não chora e de seus filhinhos protótipos de BANDIDOS.

Por Pedro Carlos,09/06/2018

EU PREFIRO O PRESIDIO LOTADO DE BANDIDOS!!!! DO QUE O CEMITÉRIO CHEIO DE INOCENTES!!!!!

Por Flavio,09/06/2018

Segundo: a chance dele seja apenas mais um pilantra vivendo às custas do seu dinheiro é enorme. Coisa de 99,99% de probabilidade. E não, não importa se veio do Caixa 1, Caixa 2, se é tripléxis, imóvel na Barra, flat no Morumbi ou cobertura em Paris. Se está no papel, na lista da Odebrecht, no cartório ou na delegacia. Foi obtido às custas do seu dinheiro. Você continua defendendo? Você é trouxa.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM