Jornal do Commercio
Em nota

Temer diz que nunca atuou em defesa da Odebrecht na Petrobras

Temer teria participado de uma reunião em São Paulo na qual foi acertado o pagamento de US$ 40 milhões em propina

Publicado em 12/04/2017, às 21h32

Temer contestou de
Temer contestou de "forma categórica" qualquer envolvimento de seu nome em negócios escusos
Foto: AFP
Estadão Conteúdo

O presidente Michel Temer afirmou, por meio de nota divulgada nesta quarta-feira (12) que "jamais tratou de valores" com um dos ex-executivos da Odebrecht, Márcio Faria. "A narrativa divulgada hoje não corresponde aos fatos e está baseada em uma mentira absoluta. Nunca aconteceu encontro em que estivesse presente o ex-presidente da Câmara, Henrique Alves, com tais participantes", disse o texto emitido pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência.

Em sua delação, Faria disse que Temer participou de uma reunião em São Paulo, em 2010, na qual foi acertado o pagamento de US$ 40 milhões em propina relativos a 5% de um contrato da empreiteira com a Petrobras.

LEIA MAIS
>> DELAÇÃO DO FIM DO MUNDO

Segundo o Planalto, o que realmente ocorreu foi que, "em 2010, na cidade de São Paulo, Faria foi levado ao presidente pelo então deputado Eduardo Cunha".



"A conversa, rápida e superficial, não versou sobre valores ou contratos na Petrobras. E isso já foi esclarecido anteriormente, quando da divulgação dessa suposta reunião", destaca a nota.

Temer contestou ainda, de "forma categórica", qualquer envolvimento de seu nome em negócios escusos. "(o presidente) Nunca atuou em defesa de interesses particulares na Petrobras, nem defendeu pagamento de valores indevidos a terceiros", diz o texto.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM