Jornal do Commercio
SAÚDE

Bruno Maranhão está com falência múltipla dos órgãos

De acordo com a equipe médica que acompanha o ex-membro do PT, a situação de Maranhão é "irreversível"

Publicado em 23/01/2014, às 18h41

Beatriz Albuquerque

O quadro de insuficiência hepática do militante de esquerda Bruno Maranhão se agravou na tarde desta quinta-feira (23), causando falência múltipla dos órgãos. De acordo com a neurologista Silvana Rodrigues a situação é “irreversível”. Maranhão deu entrada no Hospital Memorial São José há duas semanas para exames periódicos, mas precisou ser entubado e sedado.

“Não há mais possibilidade de reversibilidade do quadro de hoje. Então, o que a gente tem feito é dar conforto. Ele está no respirador, sedado para não sentir dor e vamos fazendo o tratamento de acordo com as alterações que aparecem”, explicou a médica Silvana Rodrigues. A falência foi decretada no fígado, rins e pulmão.

A saúde do militante vem delicada desde julho de 2011, quando ele foi submetido a duas cirurgias para conter a lesão de uma isquemia e uma trombose cerebral, tendo afetado o lado direito do cérebro. Maranhão, à época, ficou internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) durante 3 meses. As sequelas afetaram os movimentos do lado direito do corpo e a sua articulação.

Ex-exilado político, Bruno Maranhão – além de ter sido membro da Executiva nacional do PT – é um dos líderes do Movimento de Libertação dos Sem Terra, organização nascida de uma dissidência no Movimento dos Sem-Terra (MST). Ele é constantemente lembrado pela invasão que o Movimento promoveu em junho de 2006 nas dependências do Congresso Nacional. Líder, ele chegou a ficar preso por 39 dias no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM