Jornal do Commercio
Petrolina

Miguel Coelho se queixa de "morosidade" de Júlio Lóssio em Petrolina

Prefeito eleito em Petrolina afirma que sua equipe não teve acesso a dados considerados importantes durante o processo de transição

Publicado em 04/11/2016, às 17h40

Prefeito eleito de Petrolina (primeiro à esquerda) participou do Resenha Política na tarde desta sexta-feira / Foto: NE10
Prefeito eleito de Petrolina (primeiro à esquerda) participou do Resenha Política na tarde desta sexta-feira
Foto: NE10
Da editoria de Política

O prefeito eleito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), foi o convidado desta sexta-feira (4) do Resenha Política. Na entrevista, um dos principais pontos abordados pelo deputado estadual é a "morosidade", segundo ele, do processo de transição da parte do atual gestor, Júlio Lóssio (PMDB).

Segundo o deputado estadual pelo PSB, a sua equipe ainda não teve acesso a dados considerados importantes para o processo de mudança de gestor na cidade sertaneja. "Estamos vendo uma morosidade na entrega (das informações). O que está em jogo não é o fim do governo Júlio Lóssio e o começo do governo Miguel Coelho, mas a não interrupção dos serviços", declarou Miguel.

"A grande pergunta que fica é: os contratados ficam ou não? Depende da atitude do atual gestor", continuou o socialista.

PSB

Fazendo uma rápida avaliação sobre o PSB no Estado após as eleições municipais, Miguel Coelho considerou uma vitória o resultado final. "O PSB saiu mais forte do que entrou. É óbvio que queríamos er ganho em todas as cidades que disputamos, mas sei que isso faz parte do processo político", considerou. Indagado sobre uma possível avaliação dos recentes acontecimentos envolvendo o candidato derrotado em Olinda, Antônio Campos (PSB), Miguel preferiu não entrar no mérito. "Não sei de todos os detalhes", disse.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM