Jornal do Commercio
SENADOR

Armando critica forma como Paulo Câmara conduziu situação da segurança

''O que está faltando, o sentimento que nós temos, é uma ação mais forte do governador no sentido de coordenar, restabelecer o Pacto Pela Vida'', disse

Publicado em 16/12/2016, às 10h07

Para Armando Monteiro, segurança pública
Para Armando Monteiro, segurança pública "é uma área em que não pode haver relaxamento''
Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Em entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta sexta-feira (16), o senador Armando Monteiro (PTB) criticou a forma de atuação do governo de Pernambuco diante da situação atual da segurança pública no Estado

"O que está faltando, o sentimento que nós temos, é uma ação mais forte do governador no sentido de coordenar, restabelecer o Pacto Pela Vida. "O que a gente nota é que o governador não fica na linha de frente [na área de segurança]".

O senador citou um dos idealizadores do programa de segurança, o professor José Luiz Ratton, ao dizer que o Pacto Pela Vida "morreu porque os investimentos necessários não foram feitos, o monitoramento não estava sendo feito como deveria". Ele também listou a desmotivação dos policiais como um dos fatores que prejudicaram a iniciativa.

Para Armando Monteiro, segurança pública "é uma área em que não pode haver relaxamento, os índices podem piorar, mas não se pode afrouxar a rédea".

Suspensão das férias dos policiais no Estado

O primeiro dia de vigência da portaria do governo prevendo a suspensão das férias dos policiais no Estado – para reforçar a segurança no final de ano – foi marcado pela ausência das polícias nas ruas e por um pedido de reforço no patrulhamento do Centro do Recife, feito por entidades lojistas.

Por decisão do secretário de Defesa Social, Ângelo Gioia, cerca de 1,6 mil policiais civis, militares e peritos que estariam de férias entre ontem e o dia 31 deste mês deveriam ter retornado aos quartéis e delegacias. Mas o que não se viu nas ruas de diversos pontos do Grande Recife durante o dia de ontem foram as forças de segurança do Estado.

Pacto Pela Vida: oposição e secretários se reúnem

Com o aumento na violência em Pernambuco, deputados da oposição vão se reunir nesta sexta-feira (16) com os secretários de Defesa Social, Angelo Giogia, e de Planejamento, Márcio Stefanni; que coordena o Pacto Pela Vida. 

O encontro acontece na sede da Seplag, a partir das 10h. A oposição havia conseguido aprovar uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para tratar do problema da violência e o Pacto Pela Vida, mas abriu mão após um apelo do governo de que o encontro poderia agravar a tensão criada pelo movimento grevista dos policiais militares.

 

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM