Jornal do Commercio
Aposentadoria

Cadoca apresenta emenda que só beneficia parlamentares na Previdência

Deputado federal pelo PDT, Cadoca diz que é preciso preservar direito adquirido de senadores e deputados federais

Publicado em 16/03/2017, às 16h45

Cadoca quer manter direito adquiridos dos parlamentares que possuem mandato / Bobby Fabisak/JC Imagem
Cadoca quer manter direito adquiridos dos parlamentares que possuem mandato
Bobby Fabisak/JC Imagem
Da equipe de Política

As emendas ao projeto de Reforma da Previdência já somam mais de uma centena e os deputados federais pernambucanos têm contribuído para esse volume. Um deles, Carlos Eduardo Cadoca (PDT), afirmou que votará a favor da proposta do governo Michel Temer (PMDB), mas ainda assim apresentou uma emenda voltada para a aposentadoria dos próprios parlamentares.

"Fiz apenas uma emenda porque tem uma lacuna na proposta porque ela faz regra pra todo mundo, mas extinguiu a dos parlamentares e não fez a regra. Estou de acordo, vou votar a favor (da proposta). Vai todo mundo para o regime geral, tudo bem. Agora, tem o direito adquirido (dos parlamentares) que precisa ser explicitado. Foi o que eu fiz. Eu explicitei na minha emenda os direitos dos parlamentares que hoje são vinculados ao PSSC, que é o Plano de Seguridade Social dos Congressistas", explicou, em entrevista ao Jornal do Commercio.

Você viu? Reforma da Previdência de Temer desagrada a própria base governista

O Plano de Seguridade Social dos Congressistas, de acordo com Cadoca, não abarca a totalidade dos deputados. "São 252 deputados apenas. Os senadores eu não sei quantos são, mas não tem mais do que 40. Deve ser nessa base", informa.

Rodrigo Maia prorroga até sexta prazo para emendas à reforma da Previdência

País não pode fazer reforma 'modestíssima' na Previdência, diz Temer em meio a protestos

Manifestação contra Reforma da Previdência ocorre no Centro do Recife

A emenda de Cadoca prevê que os parlamentares maiores de 54 anos e aqueles que tiverem cumprido ao menos um mandato, ou o tempo dele, que é de quatro anos para os deputados federais e oito anos para senadores, não serão afetados pela Reforma da Previdência. Dessa maneira, eles continuariam com o tempo de contribuição de 35 anos.

O pedetista afirma que apenas explicitou uma regra de transição para os deputados.

"Se der uma olhadinha na PEC (Proposta de Emenda Constitucional), você vai ver que no artigo 7 está lá que ela estabelece a regra de transição, fala que homem com idade superior ou igual a 50 anos e mulher com 45 anos poderão se aposentar quando preencherem as seguintes condições e aí estabelece as condições. No caso da nossa, apenas extinguiu, pura e simplesmente dizendo que futuramente o Poder Executivo e os estados e municípios que têm Previdência façam a sua regulamentação. Achei que como fez para os outros deveria ter feito a nossa, que especificamente está sendo extinta. Não tem nada novo, não cria direito novo, é assegurar o direito vigente hoje", disse. 

Pelas regras do PSSC, os parlamentares que contribuírem durante 35 anos asseguram um salário integral e vitalício no valor atual de R$ 33,7, valor bem acima da média recebida pela maioria dos trabalhadores brasileiros. Se o parlamentar falecer, o benefício é repassado aos dependentes.

EMENDAS

Além de Cadoca, outros deputados federais de Pernambuco apresentaram emendas à Reforma da Previdência. Betinho Gomes (PSDB) apresentou três emendas, Daniel Coelho (PSDB) apresentou uma e Eduardo da Fonte (PP) apresentou duas. André de Paula (PSD) e Gonzaga Patriota (PSB) apresentaram uma cada. E Danilo Cabral (PSB), cujo partido integra o governo federal com o ministro Fernando Filho (Minas e Energia), apresentou quatro emendas.

Recomendados para você


Comentários

Por luiz oliveira,03/05/2017

Absurdo. Se tem que cortar, comecem por eles os congressistas, cortem as altas aposentadorias dos políticos e de servidores públicos, acabem com o gatilho de correção dos militares e outros cargos que ganham igual quem está trabalhando na ativa. Definam um teto. 20mil e taxada e impostos, além disso, avaliem os benefícios que são passados de pais, para esposas e filhos, avaliem se há casos de pessoas que não se casam na lei, mais constituem família para não perder o benefício. Certamente dará fôlego às contas da previdência.

Por José Carlos de Souza Lima,17/03/2017

Cabosta querendo tirar un tiquin de proveito.

Por Eleitos pelo povo,17/03/2017

Enquanto tivermos uma maioria de pessoas acreditando em politica partidaria, nós nunca sairemos do buraco, todos sem exceção que entram na politicagem, politicagem é diferente de politica, todos sem exceção só pensão em se darem bem, os que se aproveitam mais disto, são aqueles que tem pessoas que possam ser manipuladas, e temos muitos destes urubus, em associações, igrejas, sindicatos, conselhos, ordens, nem preciso dar exemplos, num é mesmo ??? mesmo assim, vou citar alguns, vejam o caso do Dep. estadual Joel da harpa, que dedilha, enquanto seus pares estão nas ruas sacrificando suas vidas e de seus familiares, enquanto o Joel da harpa, rola, eles ralam; outro caso, é do Pr Osséssio, a cara dele num nega, eu sou bandido, e outros ditos cristãos, são verdadeiros sepulcros caiados.

Por Marie,17/03/2017

Cara de Pau! Vir a público expor suas intenções de puro egoísmo! Facínora!!!!!!!!!!

Por Cristiano,17/03/2017

Corra para aprovar sua aposentadoria vitalícia, pois nunca mais serás eleito por nós pernambucanos! Nem você nem os seus comparsas do nosso estado! Quem viver verá!!!!!!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Prêmio ISS Recife Prêmio ISS Recife
Principal item da receita própria dos municípios, o Imposto Sobre Serviços (ISS) entra no cofre das prefeituras tanto para custear despesas quanto para viabilizar investimentos nas cidades.
#ConexãoPelaVida #ConexãoPelaVida
Há quase dois séculos, o Real Hospital Português mantém a sua atenção voltada para o bem-estar dos pacientes. Conheça um pouco mais sobre a instituição médica que aos 162 não para de se modernizar
Agreste Empreendedor Agreste Empreendedor
O Agreste pernambucano é a região que mais cresce em Pernambuco. E, por incrível que pareça, a força motriz que puxou esse desenvolvimento foi o empreendedorismo.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM