Jornal do Commercio
Congresso

Humberto quer respostas de Mendonça em comissão de Educação no Senado

Senador do PT faz cobranças ao ministro da Educação; rivalidade dos dois vem de longas datas

Publicado em 20/04/2017, às 14h55

Humberto Costa cobra ida de Mendonça Filho ao Senado / JC Imagem
Humberto Costa cobra ida de Mendonça Filho ao Senado
JC Imagem
JC Online

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), e o senador Humberto Costa (PT) são adversários de longas datas em Pernambuco. A rivalidade ganhou mais força em 2006 quando ambos disputaram o governo estadual e a campanha do democrata, então governador candidato à reeleição, elegeu o petista como alvo. Agora, os embates entre os dois voltaram com todo vapor.

Nesta semana, a Comissão de Educação do Senado aprovou requerimento apresentado por Humberto Costa, que é líder da oposição na Casa, para que Mendonça Filho compareça ao colegiado para explicar os cortes da pasta em programas como o Ciência sem Fronteiras, o Fies e o ProUni. A ida do ministro ficou marcada para o dia 16 de maio.

Humberto Costa chama Mendonça Filho de ministro ''mãos de tesoura'

Mendonça diz que terá prazer em ir no Senado “desmascarar as mentiras de Humberto”

De acordo com Humberto, que teve o requerimento aprovado na última terça-feira (18), Mendonça tem promovido um desmonte das políticas do Ministério da Educação.



“Não dá para ficar punindo quem mais precisa, principalmente os mais jovens. Essas medidas adotadas pelo ministro Mãos de Tesoura não têm qualquer fundamento cabível”, afirmou.

RESPOSTA

Recentemente, Mendonça Filho afirmou que iria ao Senado sem qualquer embaraço responder os questionamentos de Humberto.

"Se tem alguém que entende de desmonte na Educação e na economia é Humberto, o PT e sua turma, que jogaram o Brasil na maior recessão da história, com R$ 13 milhões de desempregados, inflação de 12% ao ano, um cemitério com obras paralisadas no PAC, nas universidades e institutos federais e corte no orçamento do MEC de R$ 11 bilhões em 2015 e R$ 6,4 bilhões em 2016", declarou.


Recomendados para você


Comentários

Por Henry David Thoreau,23/04/2017

Melhor seria o seguinte título à reportagem: HUMBERTO QUER FERRAR MENDONCINHA PARA AS ELEIÇÕES DE 2018. Que moral tem o senador Humberto Costa para falar algo do Mendonça Filho?! Pelo que se sabe de menos, Humberto Costa está envolvido, de alguma forma, em escândalos de Caixa 2. Deveria, então, estar mais preocupado em montar uma estratégia de defesa juntos com seus advogados. Por falar em advogados etc., esse pessoal do PT, de forma mais coerente, deveria procurar as Defensorias Públicas pelos Estados da Federação ou mesmo a Defensoria Pública da União, para se utilizar desses serviços de acesso gratuito à Justiça, como o faz a população pobre. Aaaah, mas esse pessoal, quase ia me esquecendo, faz de conta que vive como as massas pobres, mas, autenticamente, vivem no luxo e próximos ao Poder, longe das massas populares que, de resto, só interessam enquanto eleitores nos anos de eleição, para justamente se manterem no Poder e na vida nababesca que levam. Só idiotas, estupidos e alienados ainda podem dar crédito a essa gente de esquerda.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM