Jornal do Commercio
Justiça Eleitoral

TRE decide na segunda data da eleição suplementar de Belo Jardim

É esperada para este dia (22/05) a publicação do acórdão do TSE que confirma o indeferimento da candidatura do prefeito João Mendonça (PSB)

Publicado em 19/05/2017, às 18h18

TRE deve decidir segunda (22/05) quando será a eleição suplementar de Belo Jardim / Guga Matos/ JC Imagem
TRE deve decidir segunda (22/05) quando será a eleição suplementar de Belo Jardim
Guga Matos/ JC Imagem
Editoria de Política

O calendário da eleição suplementar de Belo Jardim, Agreste de Pernambuco, deve ser definido a partir das 9h desta segunda-feira (22/05) em sessão plenária do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no Recife. É que o acórdão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), confirmando o indeferimento da candidatura do prefeito João Mendonça (PSB) é aguardado no Diário da Justiça Eleitoral deste dia.

João Mendonça foi o mais votado na última eleição de outubro de 2016, mas, para a Justiça Eleitoral, está inelegível, por ter sido condenado por improbidade administrativa. Com a publicação da decisão do TSE, o juiz eleitoral da cidade deve notificar o prefeito a deixar o cargo. Até a realização de nova eleição, o município ficará sob o comando do presidente da Câmara de Vereadores, Gilvandro Estrela (PV).



Nova eleição de prefeito em Belo Jardim poderá ser em julho ou agosto

A expectativa é que a eleição suplementar de Belo Jardim seja realizada no dia 2 de julho ou 6 de agosto. Em 2016, o TSE definiu como possíveis datas, em caso de eleição suplementar no segundo semestre, também as datas de 3 de setembro, 1º de outubro, 12 de novembro e 3 de dezembro.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM