Jornal do Commercio
Olinda

Lupércio rebate Antônio Campos e afirma que rival fala inverdades

Prefeito de Olinda divulgou nota enfatizando que não faz uma gestão de continuidade na cidade

Publicado em 17/07/2017, às 20h19

Lupércio contesta declarações de Antônio Campos / Thiago Bunzen/Divulgação
Lupércio contesta declarações de Antônio Campos
Thiago Bunzen/Divulgação
JC Online

O prefeito de Olinda, Lupércio do Nascimento (SD), respondeu o rival Antônio Campos (Podemos) que, mais cedo, declarou que o atual gestor da cidade faz uma administração de continuidade ao governo Renildo Calheiros (PCdoB).

A resposta de Lupércio foi dada via assessoria de comunicação da prefeitura de Olinda. Veja a nota a seguir:

NOTA

Ao contrário do que diz o ex-candidato a prefeito Antônio Campos, derrotado nas urnas no ano passado em Olinda, a gestão do Professor Lupércio não é de continuidade. O prefeito Professor Lupércio tem inovado e sua forma de governar tem sido evidenciada por toda a cidade numa atmosfera de transparência, serviços prestados e de bom uso dos recursos públicos. Desde janeiro vem sendo intensificado o trabalho nos sistemas de drenagem, o que resultou no inverno mais seguro e tranquilo dos últimos anos, apesar das fortes chuvas. O serviço de limpeza e desobstrução de canais e galerias ganhou ritmo acelerado em diferentes trechos da cidade, principalmente no Canal do Fragoso, o maior deles, em parceria com o Governo do Estado. A respeito da Avenida Presidente Kennedy, existe um grupo de trabalho formado por várias secretarias estaduais e municipais para solucionar a questão da melhor forma possível.

A administração reduziu o número de contratos passando de 1.457, em 2016, para 1.119 este ano, representando uma grande economia aos cofres públicos, possibilitando que as contas da gestão sejam honradas em dia. Tonca esquece que o ano não acabou e, por isso, ainda não foram gastos 15% da verba para a Saúde, como determina a Lei. Pelo menos 12 médicos foram contratados para suprir o déficit deixado e nos próximos meses o problema da falta de profissionais será sanado com a contratação de novos quadros.



Na educação, os dados do Idepe e Ideb apresentados em nota enviada à imprensa são referentes a indicadores passados e a gestão trabalha para colocar o município em posições melhores. Entre as ações está a criação do programa Integrado de Melhoria da Educação Municipal que irá oferecer cursos com certificação para os gestores escolares e formação continuada para docentes. Ainda adotamos o piso nacional para todos os professores (mais de 100 estavam abaixo do piso).

Por não conhecer bem Olinda, o recifense Antônio Campos não conseguiu enxergar que a cidade teve o melhor e maior Carnaval de sua história com polos descentralizados, atrações pernambucanas e segurança para os foliões, através de centrais de videomonitoramento nos principais focos da folia. O atual governo trabalha ouvindo a população e tem transformado as demandas em melhorias nas mais diversas áreas da cidade.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM