Jornal do Commercio
PRIVATIZAÇÃO

Em carta, governadores do NE criticam privatização da Eletrobras

Gestores pedem a exclusão da Chesf do grupo Eletrobras e transformá-la numa empresa pública, vinculada ao Ministério da Integração

Publicado em 05/09/2017, às 14h53

Governadores querem que Chesf seja excluída da privatização / Foto: Chesf
Governadores querem que Chesf seja excluída da privatização
Foto: Chesf
Da Editoria de Política

Três semanas após o anúncio da privatização da Eletrobras pelo governo federal, os governadores do Nordeste divulgaram uma carta conjunta demonstrando a insatisfação com a decisão, especificamente com a venda da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf).

No documento, os gestores adotam o discurso de que o objetivo da venda não é, apenas, aumentar a eficiência do setor elétrico, mas socorrer as finanças do governo com recursos captados nas operações.

“Vozes de diferentes quadrantes técnicos e políticos pedem, no mínimo, o aprofundamento do debate, enquanto questionam aspectos e pedem esclarecimentos”, diz texto.



Gestores pedem a exclusão da Chesf do grupo Eletrobras e transformá-la numa empresa pública, vinculada ao Ministério da Integração

“A transferência para investidores privados do controle operacional das usinas do Sistema Eletrobras, particularmente daquelas geridas pela Chesf, condicionará por décadas todo projeto ou ação que demande água do Rio São Francisco”, argumentam os governadores.

A carta foi protocolada junto à presidência da República. Assinaram o texto os gestores dos nove Estados da região: Renan Filho (Alagoas), Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará), Flávio Dino (Maranhão), Ricardo Coutinho (Paraíba), Wellington Araujo (Piauí), Jackson Barreto (Sergipe) e Paulo Câmara (Pernambuco).

LEIA A ÍNTEGRA DA CARTA:


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Caius Corruptus,05/09/2017

Independente de qualquer discussão, este [des]governo TEMER não tem idoneidade nem para vender cachorro-quente, imagina um setor elétrico. Literalmente, uma TEMERidade!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM