Jornal do Commercio
ninho socialista

Paulo Câmara diz que não é momento de tirar filhos de FBC do PSB

Governador afima que é o assunto deverá ser discutido mais para a frente pelo partido

Publicado em 13/09/2017, às 17h23

Governador evita embate com grupo do senador FBC e diz que não é hora de discutir expulsão dos que ficaram no PSB / Foto: Luiz Fabiano/Divulgação
Governador evita embate com grupo do senador FBC e diz que não é hora de discutir expulsão dos que ficaram no PSB
Foto: Luiz Fabiano/Divulgação
Da Editoria de Política

Com informações da repórter Marcela Balbino

O governador Paulo Câmara (PSB) afirmou, na tarde desta quarta-feira (13), que não é o momento de falar em expulsão do partido o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho. Ambos são filhos do senador Fernando Bezerra Coelho, recém-ingresso no PMDB e pivô de um embate com a sigla. Integrantes da bancada do partido, que fazem oposição ao governo de Michel Temer (PMDB), têm cobrado a saída dos dois irmãos Coelho do partido. Mas o ministro reiterou em entrevistas recentes que vai esperar a janela partidária para migrar rumo ao PMDB.

"Isso é uma discussão que o partido vai ter mais para a frente. Não estamos com pressa para isso. Tem a oportunidade com esse processo que se iniciou agora, com a saída do senador Fernando, de se discutir isso dentro do partido com muita serenidade, num processo transparente, como o partido sabe fazer. E isso vai acontecer, essa discussão, e a Executiva Nacional vai deliberar sobre os rumos em relação a isso", disse Paulo Câmara, que é vice-presidente nacional do PSB, após a solenidade de lançamento do voo Recife-Madri, no Palácio do Campo das Princesas.

Questionado se o PSB errou ao manter Fernando Filho na legenda logo após o seu ingresso no ministério, sem a aprovação da Executiva nacional, mas com o respaldo da bancada, Paulo Câmara afirmou que esse assunto é coisa do passado e que chegou a hora de "olhar para o futuro".

"Não cabe mais avaliar isso, tem que avaliar o futuro. O futuro que o PSB tem muita preocupação da forma que o Brasil hoje está vivendo, uma crise que não passa, muita denúncia, muita necessidade de apuração", disse.



O governador também preferiu não comentar o assédio de Fernando Bezerra aos prefeitos. No final de agosto, cerca de 50 gestores estiveram em um ato com o palanque de oposição, em Caruaru. E voltou a repetir o mantra de que 2018 só será discutido em 2018.

"Eu tenho um trabalho a fazer como governador. Quero ter o apoio de pessoas que confiam no nosso trabalho. É assim que a gente trabalha na nossa base. Com base na confiança, no trabalho, num Pernambuco melhor", declarou.

SOLIDARIEDADE

Paulo Câmara também prestou solidariedade ao vice-governador Raul Henry e ao deputado federal Jarbas Vasconcelos, sobre o processo da chegada de Fernando Bezerra ao PMDB e a possível dissolução do diretório estadual.

"Quero dizer da nossa solidariedade com todos que fazem o PMDB de Pernambuco, seja com Raul Henry,

seja Jarbas Vasconcelos, mas todas as outras pessoas que contribuíram para que o PMDB de Pernambuco fosse essa referência nacional de um partido sério, com pessoas comprometidas com Pernambuco. E a gente sempre que puder vai ressaltar o trabalho de Jarbas, o trabalho de Raul, todos que fazem o PMDB de Pernambuco", acrescentou o governador.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM