Jornal do Commercio
CRÍTICAS

Novela com mulher querendo virar homem é afronta à família, diz vereadora do Recife

A vereadora Irmã Aimée, do PSB, também cobra respostas da gestão Geraldo Julio por oficina sobre feminismo, sexualidade e combate a violência no Compaz

Publicado em 12/10/2017, às 12h09

A vereadora, que é evangélica, afirmou que programas de TV querem doutrinar as famílias / Foto: Divulgação
A vereadora, que é evangélica, afirmou que programas de TV querem doutrinar as famílias
Foto: Divulgação
JC Online
Atualizada na sexta (12) às 15h46 com nota de retratação do Banco Itaú

A vereadora Irmã Aimée Carvalho (PSB) afirmou, nesta quinta (12), haver uma campanha em curso de alguns quadros políticos que tentam, segundo ela, desvalorizar a família, banir os valores cristãos e sexualizar as crianças. "Prova disto são as desculpas cada vez mais esfarrapadas. Agora, a pretexto de arte, promovem até a pedofilia", afirmou a vereadora em referência à apresentação no MAM, o Museu de Arte Moderna, em São Paulo, em que uma criança interage com um homem nu.

A exposição foi acusada de incentivar a pedofilia e alvo de ataques de políticos e do Movimento Brasil Livre (MBL). Durante a apresentação, o artista Wagner Schwartz sem roupas ficava deitado no centro de um tablado, interagindo com os espectadores, incluindo uma criança que aparenta ter entre 4 e 6 anos de idade. A menina toca na ponta dos dedos da mão e na canela de Schwartz e depois sai para assistir ao resto da apresentação.

A vereadora, que é evangélica, ressaltou que programas de TV querem 'doutrinar as famílias'. "Na TV tem novela com mulher querendo virar homem e jornalístico ensinando que menino deve brincar de boneca. É uma afronta as famílias, que devem abandonar e boicotar a programação de uma rede de TV que parece estar comprometida com a desvalorização dos valores morais", afirmou a parlamentar em relação ao personagem Ivan, um homem trans, na novela 'A Força do Querer', da Rede Globo.

VEREADORA COBRA SECRETARIA DA MULHER POR PROJETO COM MENINAS

Irmã Aimée declarou em nota enviada à imprensa que vai pedir à Secretaria da Mulher do Recife explicações sobre a programação promovida no Compaz do Alto de Santa Terezinha, as oficinas do programa "Hoje Menina, Amanhã Mulher". De acordo com a Prefeitura do Recife, o projeto tem como objetivo transformar as participantes em líderes de suas comunidades e multiplicadoras do feminismo.



Para isto, são debatidos temas como raça, identidade de gênero, combate à violência doméstica, sexualidade e direitos reprodutivos. O evento é uma iniciativa da Secretaria da Mulher do Recife em parceria com o Unicef e o Centro das Mulheres do Cabo. "Precisamos saber o que está sendo abordado nestas programações. Não quero imaginar que estão ensinando a meninas de 14 anos que elas têm, por exemplo, o direito de decidir se mantém ou não uma gravidez indesejada", afirma a vereadora.

A vereadora também é responsável por projetos como a cassação do alvará de funcionamento dos estabelecimentos comerciais que utilize mão de obra infantil e ainda o 264/2017, que proíbe a comercialização dos cachimbos do tipo narguilé para os menores de 18 anos. Os dois projetos devem entrar em pauta para votação ainda este ano.

Itaú

Na versão da matéria sobre as declarações da vereadora Irmã Aimée veiculada na edição impressa no Jornal do Commercio nesta sexta-feira (13), foi informado erroneamente que o Banco Itaú Unibanco financiava a exposição "Queermuseu". Na verdade, o banco é uma das empresas mantenedoras do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), e não tem poder sobre a escolha das exposições que lá ocorrem. 

Segue íntegra da nota do Itaú: 

"O Itaú Unibanco apoia há mais de 20 anos o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), sendo uma das várias empresas mantenedoras. Esta é mais uma das iniciativas da instituição para democratizar o acesso à cultura por meio da valorização de importantes equipamentos públicos do País, que possuem total autonomia na escolha de suas atividades e conteúdo. A Mostra Panorama da Arte Brasileira não é patrocinada pelo Itaú". 


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por mike,14/10/2017

esta senhora precisa ser informada que ta faltando projeto de lei que incentive a adoção de orfãos, ta faltando unidades de atendimento de emergencia, estamos precisando de leis que deem mais qualidade de vida a nossos idosos. programas de combate as drogas. ta faltando uma infinidade ce coisas que é de obrigação dela e seus colegas decidirem pra ajudar a população......e essa jumenta vem querer pregar religião...porra se for pra isso fica na igreja. no governo é pra trabalhar pelas necessidades das pessoas, não pra falar de uma coisa que é de escolha pessoal e nao interfere na vida de ninguem e essa anta ao invez de trabalhar vem só perturbar.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

#ConexãoPelaVida #ConexãoPelaVida
Há quase dois séculos, o Real Hospital Português mantém a sua atenção voltada para o bem-estar dos pacientes. Conheça um pouco mais sobre a instituição médica que aos 162 não para de se modernizar
Agreste Empreendedor Agreste Empreendedor
O Agreste pernambucano é a região que mais cresce em Pernambuco. E, por incrível que pareça, a força motriz que puxou esse desenvolvimento foi o empreendedorismo.
Envelhecer bem Envelhecer bem
Com eles não tem isso de ficar em casa ou passar boa parte do dia lendo ou na frente da televisão. Não suportam dias monótonos. Eles são muito ativos e encaram qualquer desafio, até porque querem aproveitar a vida da melhor forma possível.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM