Jornal do Commercio
Manifestação

Praça do Derby terá ato contra a reforma da Previdência nesta terça-feira

Greve geral foi cancelada, mas ato público foi mantido e será realizado a partir das 15h

Publicado em 04/12/2017, às 17h07

Mobilização está sendo convocada por diversas centrais sindicais, como a Força Sindical, CSP Conlutas e Intersindical / Foto: Fernando da Hora/ Acervo JC Imagem
Mobilização está sendo convocada por diversas centrais sindicais, como a Força Sindical, CSP Conlutas e Intersindical
Foto: Fernando da Hora/ Acervo JC Imagem
Da Editoria de Política

A Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE) informou, na tarde desta segunda-feira (4), que, mesmo com o cancelamento da Greve Geral que estava agendada para amanhã (5), o ato público da Praça do Derby, marcado para as 15h, está mantido. A paralisação foi suspensa na última sexta-feira (1º), após a retirada da proposta da reforma da Previdência da pauta da Câmara dos Deputados.

A mobilização está sendo convocada por diversas centrais sindicais, como a Força Sindical, CSP Conlutas e Intersindical. Segundo Carlos Veras, presidente da CUT-PE, o grupo é contrário a qualquer tipo de mudança na Previdência do País.



"Somos totalmente contra todo o conteúdo da reforma da Previdência, principalmente porque ela não é necessária. Temos propostas para ajudar na economia do País, como a taxação de grandes fortunas, a reforma trabalhista. Não a reforma previdenciária. A não ser que fosse para fazer ajustes para taxar as grandes aposentadorias, os grandes salários. Não dá para penalizar quem ganha pouco e trabalha muito", cravou Veras.

MOBILIZAÇÃO

Ao cancelarem a paralisação geral, representantes da CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central e CSB afirmaram, em nota, que é imprescindível manter a mobilização neste momento, de debate acerca da reforma. "Ressaltamos que a pressão do movimento sindical foi fundamental para o cancelamento da votação da Reforma da Previdência. Por isso é importante nos manter mobilizados e em estado de alerta de greve. Intensificaremos também a luta por mudanças na Medida Provisória (MP) da Reforma Trabalhista, que está em análise no Congresso Nacional", diz parte do texto.


Recomendados para você


Comentários

Por Sergio,05/12/2017

Bando de desocupados que querem manter as polpudas vantagens e privilégios dos servidores públicos que se aposentam com salário integral e paridade com os da ativa !! Mulheres e homens com cinquenta e poucos anos querem se aposentar dessa forma mesmo sabendo que o país já quebrou pela gastança e roubalheira do PT !! Vão trabalhar bando de vagabundos !!

Por hugo,04/12/2017

Vagabundos interesseiros, tão nem ai pra previdência.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM