Jornal do Commercio
Pernambuco

Pernambuco: 1.547 obras estão paralisadas de acordo com TCE-PE

Até o momento, o valor pago foi de R$ 1, 9 bilhão nessas obras, que totalizam contratos no valor de R$ 6,2 bilhões

Publicado em 07/12/2017, às 10h17

Uma das obras mais caras que estão na lista é uma dragagem de Suape no valor de R$ 279 milhões, nos quais foram pagos R$ 197 milhões / Igor Bione / Divulgação
Uma das obras mais caras que estão na lista é uma dragagem de Suape no valor de R$ 279 milhões, nos quais foram pagos R$ 197 milhões
Igor Bione / Divulgação
Ângela Belfort

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) divulgou nesta quinta-feira (7) que existem 1.547 obras paralisadas em Pernambuco. Eles contabilizaram apenas empreendimentos com obras em valores acima de R$ 20 milhões. O valor pago nessas obras foi de R$ 1, 9 bilhão e totalizam contratos no valor de R$ 6,2 bilhões.

O Governo do Estado e a Prefeitura do Recife são responsáveis por 78% das obras que estão paradas. Somente o governo do Estado tem 245 obras paralisadas nas quais foram pagos R$ 1, 03 bilhão e que tinham contratos que totalizavam R$ 3,9 bilhões.



A Prefeitura da Cidade do Recife possui 68 obras paradas nas quais foram pagos R$ 362 milhões em contratos que totalizavam R$ 1,009 bilhão. 

Suape

Uma das obras mais caras que estão na lista é uma dragagem de Suape no valor de R$ 279 milhões, nos quais foram pagos R$ 197 milhões.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM