Jornal do Commercio
Balanço

'Aumento da folha foi escolha consciente do governador', diz Raul Henry

O vice-governador Raul Henry saiu em defesa de Paulo sobre aumento da folha que causou comprometimento com gastos de pessoal quase no limite da LRF

Publicado em 09/02/2018, às 12h01

Segundo Raul, o aumento da folha de pagamento foi uma
Segundo Raul, o aumento da folha de pagamento foi uma "escolha consciente" do Chefe do Executivo Estadual
Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Editoria de Política

O vice-governador Raul Henry (PMDB) defendeu o governador Paulo Câmara (PSB) sobre o comprometimento do Estado em 2017 com gastos de pessoal de 47,09 %, próximo do limite prudencial de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LFR). Segundo Raul, o aumento da folha de pagamento e reajuste nos salários do setor da saúde, educação e segurança foi uma "escolha consciente" do Chefe do Executivo Estadual.

"O aumento da folha foi uma escolha do governador e uma escolha correta para enfrentar os problemas que mais afligem a população: educação, saúde e segurança. Pernambuco foi o segundo estado do Brasil que mais criou vagas. Temos a convicção que o estado vai sair da crise em uma velocidade muito maior que o país", afirmou o vice-governador, durante debate da Super Manhã da Rádio Jornal nesta sexta-feira (9).



Comprometimento

Se no segundo quadrimestre Pernambuco já tinha entrado para o rol dos Estados que ultrapassaram o limite prudencial permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (46,55%), com comprometimento de 47,09%, no fechamento do exercício faltou 0,03 ponto percentual para cair no alerta vermelho.

O discurso inaugural do ano legislativo da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) assinado pelo governador em exercício Raul Henry e lido pelo secretário da Casa Civil, Nilton Mota, atribuía o acréscimo de 11,5% nas despesas brutas com pessoal como principal causa para o comprometimento. "Não poderíamos, sob hipótese alguma, deixar faltar pessoal para prestação de serviços essenciais à população”, diz trecho do texto oficial do Executivo. 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM