Jornal do Commercio
ELEIÇÕES 2018

Por aliança, PSB admite discutir com PT apoios estaduais e cargos

Para fechar aliança com PT, PSB promete ajudar projetos políticos de Humberto Costa, João Paulo e João da Costa

Publicado em 13/03/2018, às 07h03

O governador Paulo Câmara (PSB) ao lado do ex-presidente Lula (PT) / Foto: reprodução do Facebook
O governador Paulo Câmara (PSB) ao lado do ex-presidente Lula (PT)
Foto: reprodução do Facebook
Paulo Veras

Em busca de um acordo com o PT em Pernambuco, o PSB está disposto a negociar uma aliança com petistas em outros estados do País, como Minas Gerais. Socialistas também admitem a possibilidade de abrir espaço para o PT no governo Paulo Câmara (PSB). O partido trabalha hoje, porém, com a perspectiva de que, não se consolidando a candidatura presidencial do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, não ter candidato a presidência para dar mais liberdade aos palanques estaduais.

“Manter alguns governos para nós é mais importante do que conquistar outros. Para nós é fundamental a garantia de uma candidatura competitiva para o Paulo em Pernambuco. Aí é governado pelo PSB e aqui é governado pelo PT. Se isso for necessário, nós temos que manter a nossa prioridade, que é a reeleição do Paulo aí em Pernambuco. E talvez a gente tenha que fazer um sacrifício aqui”, afirmou ontem o deputado federal mineiro Julio Delgado, líder do PSB na Câmara.

Entre os estados listados como estratégicos pelo PT para consolidar uma aliança, Minas Gerais é visto como um dos mais complicados. Ao contrário da Paraíba, onde o governador Ricardo Coutinho (PSB) tem o apoio do PT e marchou contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), Minas é governado por Fernando Pimentel (PT), mas o ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB) tenta se viabilizar como candidato a governador pela oposição.

“O Brasil tem 27 estados. Isso faz parte de um diálogo nacional. Tem locais que são mais fáceis para o PT. Outros mais fáceis para o PSB. Vai prevalecer um grande entendimento nacional. É isso o que nós estamos buscando. O PT, o PSB e os demais partidos da frente (de esquerda) sempre tiveram a maturidade de construir isso visando um projeto nacional. E é isso o que a gente vai procurar fazer novamente. Fazer uma discussão onde a gente possa conciliar da melhor maneira possível os interesses dos dois partidos”, assegurou ontem o presidente do PSB-PE, Sileno Guedes.



Espaço no governo

Pela aliança, o PSB acredita que pode ajudar nos projetos políticos do senador Humberto Costa e dos ex-prefeitos do Recife João Paulo e João da Costa. Um nome do PT poderia integrar a chapa majoritária. A prioridade seria ter João Paulo na vice, inclusive para consolidar a votação no Recife, enfraquecendo a oposição na Capital. Além disso, os socialistas sinalizam com uma solução para a vereadora do Recife Marília Arraes, que poderia ser candidata a deputada federal. Além disso, poderia abrir um espaço no governo para abrir os petistas.

Segundo o Blog de Jamildo, Dilson Peixoto (PT) pode ir para a Secretaria de Transportes do Estado, que vai ficar vaga com a saída de Sebastião Oliveira (PR) para disputar a reeleição de deputado federal. Além disso, o vereador Jairo Brito (PT), que é ex-filiado ao PSB, poderia ser abrigado na Prefeitura do Recife, o que abriria uma vaga para João da Costa na Câmara de Vereadores.

“A gente não está fazendo ainda esse tipo de discussão. Nós estamos conversando sobre a reeleição de Paulo Câmara. Estamos conversando com todos os partidos de esquerda para que eles possam vir (para o nosso palanque). Como o PT é uma força importante de esquerda, nós vamos conversar com eles também”, afirmou ontem o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB).


Recomendados para você


Comentários

Por Anita Soares,13/03/2018

Realmente João Paulo acabou com a Conde da Boa Vista e Eduardo Campos deu continuidade, pois fez novas paradas desprezando as que já existiam feitas por João Paulo. Inclusive Geraldo Júlio prometeu organizar essa avenida desde janeiro de 2017 e continua cheia de camelôs. Na rua do Riachuelo, esquina com a rua da União construiu um prédio para colocar os camelôs e até hoje esse prédio está sem nenhum uso e abandonado. Por isso eu também só voto NULO. É ZERO para todos.

Por João Carlos,13/03/2018

Isso é uma vergonha. Na eleição de Eduardo Campos ele metia o pau no PT, inclusive não devia nem fazer isso porque o PT deu um emprego vitalício para a mãe dele no TCU. Agora vai se juntar de novo com PT para aumentar a coligação e tentar se eleger novamente, já que sua eleição está ameaçada. Jarbas Vasconcelos metia o pau também no PT e em Eduardo Campos na época dos precatórios e agora apoia essa coligação, porque quer se eleger novamente Senador com o apoio do PSB e PT. Se Partido fosse Bom não era Partido era Inteiro. Por isso s[o voto NULO. É ZERO em todos eles.

Por Fernando,13/03/2018

Eu e minha família já não iria votar nesse Governador, e com a coligação com a quadrinha do PT agora é que não voto mesmo, sempre votei no PT, mas diante dos roubo que praticaram na Petrobrás, e com a corrupção correndo solto nesse partido aí o bicho pega, se a população fosse realmente temente a DEUS, jamais votaria em corrupto e partidos que apoia safadeza, sacanagem e invasão com é o caso do ´PT, e esses outros partido não ficam atrás, pois além de suas coligação com os outros , mostra que realmente interessa são jogos de poderes, que DEUS tenha misericórdia dessa nossa Nação.

Por Ricardo,13/03/2018

Eu queria saber se esses que criticam o PT votam na corja da oposição que está com PSDB,DEM E PMDB. Eita que esse país é cheio de hipócrita mal caráter mesmo, falam do PT mas votam em usineiro e demagogo que viveu de mamar nas tetas do estado

Por Nilson,13/03/2018

E AINDA TEM O VICE QUE NÃO ESTA AE NA FOTO QUE É O JOÃO PAULO - QUE ACABOU COM A CONDE DA BOA VISTA NO CENTRO DA CIDADE...AGORA É QUE NÃO VOTA MAIS NO CÂMARA E NEM NO PT !!!!! POLÍTICOS SÃO TUDO SAFADOS!!!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM