Jornal do Commercio
MÉXICO

Da cozinha autoral às quesadillas, Cancún tem cardápio para vários gostos

Nem só de sombra e água fresca se vive, por isso na hora de forrar a barriga, o balneário não decepciona e há várias opções de restaurantes

Publicado em 12/06/2016, às 07h37

Cleriquot é uma opção para aplacar o calor que faz em Cancún / Foto: Marcela Balbino/JC
Cleriquot é uma opção para aplacar o calor que faz em Cancún
Foto: Marcela Balbino/JC
Marcela Balbino

Mais do que as praias belas e a vida noturna agitada, o balneário de Cancún vive também uma espécie de renascimento gourmet e os restaurantes têm apostado em menus diferentes para quem quer fugir dos tacos ou quesadillas - pratos típicos da cozinha mexicana. Em verdade, há opções para todos os paladares. Apesar de muitos turistas, a maioria americanos, optarem pelos resorts all inclusive e sequer colocarem o pé fora do hotel, a gastronomia no litoral caribenho se diversifica e oferece cardápios variados.

Os preços variam de acordo com o bolso. Mas é possível comer uma boa carne argentina com um resfrecante cleriquot por R$ 150 (casal), no restaurante (churrascaria) Puerto Madero (Boulevard Kukulcán, Km. 14.1, Zona Hotelera). A casa fica à beira do lago Nichupté e é possível ver o sol descer no horizonte sentado em uma das mesas. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

 

Na Avenida Xpuhil, área luxuosa do Centro, é possível encontrar uma cozinha mais autoral. O chef argentino Cristian Morales comanda a casa de mesmo nome e faz pratos da cozinha mexicana contemporânea. O menu degustação com oito pratos sai por 830 pesos (R$ 183). A proposta intimista é sentida desde a entrada, quando Morales faz questão de conversar com os clientes.

Andarilho, ele já morou em Salvador, onde trabalhou fazendo caipirinhas. Aos 30 anos, resolveu montar o próprio negócio, depois de morar em 14 países. O lugar começou pequeno, com quatro mesas. Hoje são 1.400 m² e tem espaço para 400 pessoas. Atualmente, ele tem reserva até março de 2017.

Outra opção é o italiano, Casa Rolandi, que também tem uma vista deslumbrante para a Lagoa Nichupté. Há vários tipos de massas e molhos, mas você encontrará diversos pratos principais que custam cerca de US$ 20. Mas, a casa também tem investido em um menu degustação, com pratos como tartar de salmã com abacate, pato com figos, atum branco com redução de maracujá e sorvete de limão com licor. "Há muito talento aqui em Cancún e os chefes têm muita gana para fazer coisas diferentes", afirmou o chef Daniele Müller, acrescentando que tem montado festivais gastronômicos para apresentar produções diferentes ao público que frequenta a zona hoteleira.

Mas, se a intenção é provar algo mais típico da cozinha mexicana, o La Habichuela é um dos mais tradicionais. No Mercado 28, centro de artesanato e comida típica (uma espécie de Mercado da Boa Vista, para os recifenses), também é possível encontrar pratos típicos e com preços mais em conta. Só não se esqueça de perguntar se o prato é apimentado. A grande marca da cozinha mexicana são os pratos picantes, mas há diversas opções para os que não gostam de tanto tempero. E, acredite, este aviso nunca é demais. 

* A repórter viajou a convite da Copa Airlines, do Conselho de Promoção Turística do México, do OVC Cancún e do Hard Rock Hotel Cancún

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM