Jornal do Commercio
EDUCAÇÃO

Estudantes disputam torneios internacionais de robótica

Alunos da Escola Santa Emília participarão da final do Robocup Junior Dance, na Cidade do México. Já os da Apoio irão ao Open European Championship, na Alemanha

Publicado em 07/03/2012, às 10h24

Do JC Online

Eles dançam Twist and shout, Yellow submarine e Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band com cenários e figurinos bem produzidos. Os robôs criados pelos estudantes do grupo Positronics, da escola Santa Emília, estão na linha final do Robocup Junior Dance. Pela segunda vez consecutiva, a equipe se classificou em primeiro lugar no campeonato nacional e concorre ao mundial na Cidade do México. Ano passado, eles também foram finalistas em Istambul, na Turquia. Em 2012, o evento acontece entre os dias 18 e 24 de junho. 

O projeto foi desenvolvido por Ana Emília Rabelo, Lucas Cavalcanti, Renata Bastos, João Gabriel Basto, Ruamberg Vasconcelos, Gabriel Alves, Otacílio Neto, Gabriel Bandeira e Amanda Paraíso, sob coordenação do professor Paulo Marcelo Pontes. Os alunos são do ensino médio e nível técnico.

A apresentação, intitulada Robots Lovers Lonely Hearts Club Band, fará uma homenagem aos Beatles. Onze robôs dançarão sincronizados ao som das baladas da banda inglesa. 

“Ano passado levamos o Homem da Meia-Noite com frevo, mas não teve muito impacto, por isso decidimos pelos Beatles, que atinge a todos”, explica Paulo Marcelo. “Estamos muito animados para levar as músicas dos meninos de Liverpool para o mundial no México, porque todo mundo conhece a banda”, complementa a estudante Renata.

Todo o cronograma está sendo seguido para a apresentação na Cidade do México, mas um ponto ainda preocupa os integrantes da equipe. “Como o Brasil não tem uma política pública de financiamento para projetos dessa natureza, estamos arrecadando dinheiro para poder viajar”, conta Paulo. 

As doações começam a partir dos R$ 10 e podem ser realizadas clicando aqui.

LEGO

Graças aos robozinhos, outro grupo de estudantes pernambucanos também vai testar o conhecimento no exterior. A equipe de robótica do Colégio Apoio vai disputar o Open European Championship, de 7 a 9 de junho, em Mannheim, na Alemanha. A vaga veio depois que os alunos conquistaram o segundo lugar geral entre outras 45 equipes no torneio nacional da First Lego League, no último fim de semana, em São Paulo. Os outros grupos pernambucanos, Divinrópolis (Escola Divino Mestre), Tecnobot (Colégio Fazer Crescer) e Evolution (Escola de Referência em Ensino Médio Santa Ana, de Olinda), não chegaram à disputa final.

O primeiro lugar ficou com a Equipe Sesi Rio Preto Robotics Team, de São José do Rio Preto (SP) e o terceiro, com a Tecnobody Sesi, da capital paulista. 

Esta já é a quinta vez que alunos do Colégio Apoio representam o País em campeonatos mundiais de robótica. Para a diretora pedagógica Terezinha Cysneiros, as expectativas em relação à competição foram superadas. “Todos os juízes sinalizaram o trabalho como de excelente qualidade, tanto nas pesquisas e na montagem do robô quanto nos valores de equipe.”

O grupo é formado pelos alunos Beatriz Maia, Bruno Amorim, Caio Medelon, Fernando Remígio, Gabriel Loureiro, Karen Gusmão, Letícia Maciel, Maria Letícia Bandeira, Pedro Montenegro, Pedro Jorge e Rodrigo Falcão. A coordenação fica a cargo de Terezinha Cysneiros, e da professora Vancleide Jordão.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM