Jornal do Commercio
LEITURA

Livro eletrônico é democrático

Além de ajudar autores a publicar obras, e-books podem ser utilizados como ferramenta de divulgação

Publicado em 23/01/2013, às 12h24

Do JC Online

O livro eletrônico, geralmente, é mais barato e fácil de ser encontrado. Mas, talvez, o ponto mais positivo do e-book seja a possibilidade de utilização democrática. Em comparação com livro físico, ele não requer impressão e pontos para distribuição. Basta pegar o arquivo de texto, adaptá-lo para .ePUB ou .mobi, por exemplo, e voilá: está pronto o livro digital.

Entrando em contato com editoras que fazem a comercialização desse tipo de e-book, como a americana Amazon, é ainda mais fácil colocá-lo a venda. Uma verdadeira mão na roda para os autores que têm dificuldade de vender suas ideias para as editoras ou que desejam ter uma abragência maior do que é oferecido por elas.

Um dos autores que utilizou esse recurso foi o blogueiro e escritor canadense Cory Doctorow. Ele defende que os livros publicados gratuitamente na web acabam alavancando as vendas dos livros físicos.

A mesma estratégia será utilizada pelo escritor e jornalista Álvaro Filho, que pretende publicar a versão digital da obra Jornalismo para iniciante como uma ferramenta de marketing para alavancar o crowdfunding do seu próximo livro Nariz de Cera.

Leia mais sobre o assunto no caderno de Tecnologia desta quarta-feira (23).




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM