Jornal do Commercio
Hackers

Detran-PE paralisa serviços após ataque cibernético mundial

Autarquia informou que trabalhos só devem ser retomados após a "normalização deste fato no mundo"

Publicado em 12/05/2017, às 22h32

A autarquia decidiu paralisar as atividades depois que hackers promoveram um ataque cibernético em massa / Foto: Acervo/ JC Imagem
A autarquia decidiu paralisar as atividades depois que hackers promoveram um ataque cibernético em massa
Foto: Acervo/ JC Imagem
Da redação com agências

O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) informou, na noite desta sexta-feira (12), que decidiu paralisar os serviços em todo o Estado. A autarquia tomou a decisão depois que hackers promoveram um ataque cibernético em massa a várias empresas e hospitais ao redor do mundo. Outras instituições brasileiras também optaram por suspender as atividades, mas a maioria delas já retomou os trabalhos.

Ainda segundo nota emitida pelo Detran-PE, não há previsão para a retomada dos serviços, o que só deve ocorrer após a "normalização deste fato no mundo". Segundo o diretor da equipe de investigação e análises da Kaspersky Lab (empresa produtora de antivírus), Costin Raiu, foram registrados mais de 45 mil ataques em 74 países.



TJPE E INSS

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o órgão - assim como outros tribunais do País - optou por bloquear o acesso dos usuários a algumas áreas do seu site, como a intranet e a visualização de processos
judiciais eletrônicos, até que o risco de ataques não existisse mais. Por volta das 19h30, os serviços já estavam normalizados.

O mesmo ocorreu com o sítio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que, por precaução, cancelou o atendimento em todas as suas agências. Por nota, a autarquia informou que quem não foi atendido hoje será reagendado e terá preferência. A Caixa Econômica Federal afirmou que não registrou problemas no sistema e que os saques do FGTS seguem normalmente.


Recomendados para você


Comentários

Por George ,13/05/2017

ha ha ha... boa essa desculpa na 6a feira ... ha ha ha ... usam uma plataforma tecnológica de software que é uma peneira (de tantos furos que há) e tão estável quanto um castelo de cartas ... ha ha ha ... agora pensem: por que os bancos comerciais sérios não sentiram, e nunca sentirão, qualquer problema destes "ataques" ?!!!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM