Jornal do Commercio
LANÇAMENTO

Shineray comercializará lambreta retrô

A montadora chinesa começa a vender, nas próximas semanas, um modelo retrô. A moto é bastante estilosa e custa R$ 3.800

Publicado em 15/12/2011, às 07h21

Moto está disponível nas cores branca, preta e vermelha / Foto: Divulgação

Moto está disponível nas cores branca, preta e vermelha

Foto: Divulgação

Do JC Online

A Shineray encerra o ano de 2011 com um belo lançamento. A montadora chinesa começa a vender este mês um modelo de estilo retrô. A lambreta XY50, de 50 cilindradas, é uma cópia da Vespa, scooter que faz sucesso há décadas pelo mundo. A moto tem preço de R$ 3.800.

A motocicleta já esteve exposta em eventos patrocinados pela montadora na Região Metropolitana do Recife (RMR), mas somente agora estará disponível para o público. Por onde passou, despertou a curiosidade e o interesse de jovens e adultos. A lambreta tem como atrativo o visual diferenciado em relação a outros modelos existentes no mercado. “É uma moto de passeio. É ideal para quem busca uma motocicleta com todo o charme das antigas lambretas”, enfatiza Leomar Toscano, consultor-técnico da Shineray.

De acordo com ele, a moto está disponível nas cores branca, preta e vermelha. Vem com partida elétrica e a pedal. A Shineray possui revendas em todos os Estados do Brasil. A marca disponibiliza 15 modelos entre scooters, modelos para o trabalho, motos esportivas, estradeiras, para trilhas e quadriciclo.

Leia a matéria completa no JC desta quinta-feira.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM