Jornal do Commercio
serviço

Basta uma multa para perder a carteira de habilitação

A lei prevê punições que cassam ou suspendem a CNH imediatamente, mesmo que o motorista não tenha cometido outra infração

Publicado em 08/06/2013, às 18h04

 / Foto: Alexandre Belém/JC Imagem

Foto: Alexandre Belém/JC Imagem

Edilson Vieira

Muitos motoristas acreditam que só perdem a carteira de habilitação se acumularem mais de 20 pontos em seu prontuário num período de ano. Um engano. Na verdade, essa é apenas uma das maneiras de se perder o direito de dirigir. A lei prevê punições sumárias que cassam ou suspendem a habilitação imediatamente, sem a necessidade de acumular pontuação.

Segundo o Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), no ano passado em todo o Estado, 1.715 motoristas perderam a habilitação porque foram flagrados violando as leis de trânsito apenas uma vez. O delito mais comum ainda é dirigir embriagado, que representa 986 do total. Nesse caso, a quantidade de bebida ingerida pelo motorista faz toda a diferença na hora da punição. “Desde janeiro, não há tolerância para qualquer nível de álcool.

Mas se o bafômetro acusar acima de 0,31 miligramas, o delito deixa de ser infração e se torna crime de trânsito”, explica Sérgio Lins, diretor de fiscalização do Detran. Independente de estar ou não envolvido em algum acidente de trânsito, o condutor embriagado vai, então, responder a um processo administrativo e, além disso, será encaminhado a uma delegacia, onde responderá a um inquérito policial. Sem falar na multa de R$ 1.915.

Às vezes, basta uma situação aparentemente simplória para fazer com que o condutor perca a carteira e tenha que apelar para o transporte coletivo. Fazer malabarismos com a motocicleta ou andar com a viseira do capacete aberta, por exemplo, já é suficiente para a autoridade de trânsito fazer valer o que diz a lei.

Leia mais no Jornal do Commercio deste domingo




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM