Jornal do Commercio
SERVIÇO

Como fazer o carro consumir menos combustível

É possível deixar o carro até 20% mais econômico seguindo algumas dicas e mantendo a manutenção em dia

Publicado em 19/06/2016, às 08h04

Pequenas economias diárias representam ganho financeiro a longo prazo / Arquivo/JC Imagem
Pequenas economias diárias representam ganho financeiro a longo prazo
Arquivo/JC Imagem
Edilson Vieira
Repórter de Veículos

Para gastar menos com o abastecimento de combustível não é preciso trocar o carro por outro mais econômico. Basta seguir algumas regras para evitar o desperdício e aumentar a eficiência do motor. A economia pode chegar a 20% sem grandes sacrifícios. Não adianta nada possuir um automóvel 1.0 com etiqueta A do Inmetro e não saber fazer ele render bem, diz o diretor da Alpha Consultoria Automotiva, Alexandre Costa, ao referir-se ao ranking que atesta a economia de combustível dos veículos nacionais. A regra básica para atrasar a ida ao posto de gasolina é manter a manutenção do automóvel com a revisão em dia e guiar de forma correta.

Infográfico

CARRO ECONOMICO

Claro, tem ainda os macetes como, por exemplo, desligar o ar-condicionado quando estiver perto de chegar ao destino, ou ainda desligar o motor caso a parada no trânsito seja superior a 30 segundos. "Pequenas economias diárias fazem diferença no bolso no final do mês", justifica o especialista. A conta é simples. Quem gasta R$ 100 de combustível por semana, se conseguir economizar 10% no período vai desembolsar cerca de R$ 40 a menos em 30 dias. Por ano, a economia será de quase R$ 500.

NA ESTRADA

Os cuidados com a economia de combustível podem ser aplicados tanto quando se roda na cidade ou em rodovias. Na estrada, por exemplo, um dos conselhos mais úteis para o motorista que quer economizar combustível é ir um pouco mais devagar. Qualquer carro gasta pelo menos 20% mais combustível quando conduzido acima de 100 km/hora. Se a meta é evitar o desperdício, a regra é pegar leve. Claro, o motorista também tem que ter o bom senso de não se arrastar a 60 km/hora numa estrada onde o limite é de 110 km/hora.

A lerdeza iria atrapalhar o fluxo do trânsito. Mas também não há porque exagerar. Nesse caso o piloto automático, que equipa alguns modelos, pode ajudar.

Recomendados para você


Comentários

Por Carlos Coelho,09/09/2016

Além dessas dicas foi esquecida uma, a calibragem adequada dos pneus também ajuda muita na economia.

Por Luiz,20/06/2016

Boa Gustavo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Por Waldir ,20/06/2016

As três respostas anteriores estão absolutamente corretas.

Por Marcelo Moura,20/06/2016

Não tem como economizar neste trânsito louco. Somente agir com bom senso e tentar tirar o pé um pouco mais.

Por Observador,19/06/2016

Vende o carro, simples.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM