Jornal do Commercio
Negócio

Saiba como comprar um carro mais barato

Carro pode sair até 40% mais barato

Publicado em 04/12/2016, às 09h15

Carro pode sair até 40% mais barato  / Divulgação
Carro pode sair até 40% mais barato
Divulgação
JC Online

Comprar um carro 0km com descontos que vão de 2% a até 40%. Sim, isso é possível. Basta que a pessoa se enquadre em um desses requisitos: ser portador de deficiência ou doença crônica; produtor rural; ou ainda ter cadastro de pessoa jurídica. Para cada uma das categorias existem regras a cumprir e uma série de exigências burocráticas.

Mas vale a pena. O carro pode ser comprado à vista ou financiado normalmente e, dependendo do fabricante, o preço final ainda recebe descontos extras por conta de promoções ocasionais. A regra geral é: lançamentos são contemplados com descontos menores. Já modelos antigos ou que estão prestes a mudar ou até sair de linha recebem redução maior nos preços. “As condições variam de mês a mês, se um determinado modelo tem muitas unidades em estoque é bem possível que a fábrica ofereça um desconto maior promocional”, explica Marino Carvalho, gerente de vendas diretas da concessionária Chevrolet Auto Nunes.

O primeiro passo para saber se você tem direito a algum desconto é procurar o setor de vendas diretas das concessionárias. As regras para cada uma das categorias são diferentes. No caso do produtor rural a pessoa precisa ter uma propriedade em seu nome e apresentar a declaração mais recente do ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural). Algumas concessionárias pedem apenas uma declaração da prefeitura afirmando que o comprador é de fato produtor rural no município.

O desconto neste caso vai de 8% e pode chegar até 30%, dependendo do modelo do carro. Já para quem é empresário basta apresentar o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). “Não importa se a empresa é grande ou pequena, pode ser uma indústria ou fiteiro da esquina. Se o dono tiver CNPJ, ele tem direito ao desconto”, explica Marino, ressaltando apenas que a empresa precisa estar ativa e sem débitos com o fisco. O desconto também é concedido para quem é registrado como MEI (micro empreendedor individual). 

Já os benefícios para portadores de deficiência é o mais generoso e também o mais burocrático. Pessoas com deficiência possuem direito garantido por lei de receberem a isenção de ICMS, IPI, e IOF, além de terem também isenção do recolhimento de IPVA. Os benefícios se estendem não apenas a condutores de veículos, mas também aos familiares e responsáveis legais.

Pessoas portadoras de doenças como câncer, hepatite C, Parkinson, problemas graves de coluna, e até os idosos com mobilidade comprometida também têm direito em muitos casos. A redução no preço do veículo pode chegar aos 30%. Mas, para fazer jus ao valor reduzido, existe uma série de normas.

Infográfico

Carro mais barato

O carro tem que ser de fabricação nacional e custar até R$ 70 mil. Caso o comprador opte por um veículo acima desse valor, ele vai ter que pagar o ICMS e será isento apenas do IPI. O comprador terá que apresentar um laudo médico emitido pelo Detran atestando a deficiência ou doença crônica e mostrando que ele precisa de um veículo para sua locomoção. Com esse laudo, o comprador vai atrás das isenções dos impostos na secretaria Estadual da Fazenda e Receita Federal. O processo todo pode durar 60 dias.

Uma curiosidade é que o carro para portador de deficiência pode ser utilizado por até três motoristas, caso o comprador não saiba ou não possa dirigir. Pais que tenham filhos menores com limitações físicas ou mentais podem adquirir um veículo com desconto, mas o automóvel será registrado em nome da criança. O veículo para portadores de deficiência não pode ser revendido antes de dois anos de uso.

As vantagens para aquisição de um veículo com desconto variam de acordo com o fabricante. A revenda Fiat Italiana, por exemplo, está concedendo desconto entre 10% e 15% para a picape Toro. A Toro Flex 1.8 sai este mês com redução no preço que chega a R$ 10 mil para produtores rurais e empresários, saindo por cerca de R$ 74 mil. Já na Chevrolet Autonunes é a picape Montana que pode ter o preço reduzido em até R$ 11 mil, saindo por R$ 34.790. Para o cliente que tem direito a esses descontos, a dica é pesquisar, ficar atento a documentação exigida e conferir as melhores vantagens.

Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Peer Gynt,05/12/2016

Carro barato e de excelente qualidade é nos USA! Produtos brasileiros, de uma forma geral, são caríssimos e de péssima qualidade. Basta comparar. Um carro marca Honda, modelo CR-V, por exemplo, custa R$ 153.000,00 mil reais. Carro esse produzido no México. O mesmo carro, nos USA, custa R$ 90.000,00 mil reais. Lembrando que o custo de vida nos USA é bem menor que no Brasil, e o cidadão trabalha bem menos para comprar um mesmo bem. Então?! Qual a nação de sucesso?! Esse tipo de informação, geralmente, é escondida às sete chaves dos brasileiros, inclusive muitos defendem o sistema que os oprime. Quem viaja aos USA descobre, de forma profunda e constrangedora, quão difícil é a vida no Brasil, sob todos os aspectos. Pagar mais caro por produtos e serviços é apenas um dos fatores.

Por @bernarducs,04/12/2016

"Basta ser deficiente, produtor rural e/ou empresário." Vocês tão de brincadeira.

Por Ed1960,04/12/2016

Carro barato é o Tata Nano, já dirigir um Tata.lá, em Portugal.carro barato e bom.mas nunca chegará ao brasil devido ao monopólio das fábricas de carro.senão elas vão a falência com o Tata nano.pesquise no youtube e veja o tata nano 2015.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM