Jornal do Commercio
Hatch

Hyundai divulga reajuste no preço do HB20

HB20 agora parte dos R$ 42.500

Publicado em 11/01/2017, às 13h47

HB20 agora parte dos R$ 42.500 / Divulgação
HB20 agora parte dos R$ 42.500
Divulgação

Com o sucesso de vendas na versão hatch do HB20, que fechou 2016 na segunda posição do segmento, a Hyundai anunciou reajuste de preço nas versões do hatch, que agora sai a partir de R$ 42.500 na configuração Comfort 1.0 e câmbio manual. Os valores aumentaram entre R$ 1.000 e R$ 1.300 em quase todas as versões.

As outras montadoras também já haviam anunciado novos valores de seus veículos, inclusive a Chevrolet com o Onix, líder de vendas entre os hatchs compactos. A mudança mais drástica foi a saída da versão de entrada Comfort Style, que era oferecida com todas as opções de motorização (1.0, 1.0 turbo e 1.6 16V) e nas carrocerias hatch e sedã.

Por outro lado a versão Comfort Plus ganha a opção de central multimídia BlueMedia, que vem ainda com banco de couro e transmissão automática. Esta é a versão mais cara do HB20 e sai por R$ 71.175.

 

Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Humberto,12/01/2017

(No ultimo parágrafo) - A versão mais cara do HB20 é o Premium, vlws flow! ;)

Por Eisenhower,11/01/2017

Uma carroça por esse preço, só no Brasil.

Por Eduardo,11/01/2017

Porcaria de carro. A suspensão não presta pra nada. Se colocar duas pessoas no banco traseiro, toda lombada vira um obstáculo.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM