Jornal do Commercio
TEST-DRIVE

Onix encara aventura com conforto

Suspensão elevada, visual esportivo e bom acabamento são qualidades do Onix Activ

Publicado em 09/04/2017, às 14h14

Onix é o carro mais vendido no Brasil há dois anos e a versão Activ explica porquê / Divulgação
Onix é o carro mais vendido no Brasil há dois anos e a versão Activ explica porquê
Divulgação
Edilson Vieira
Repórter de Veículos

O Onix é o carro mais vendido no Brasil desde 2015. E não é à toa. A Chevrolet já era campeã em vendas quando deu uma boa melhorada na dupla Onix e Prisma na metade do ano passado. Renovou o visual dos dois carros, adotou a direção elétrica e melhorou o câmbio. De quebra, apresentou a versão Activ, a primeira configuração aventureira para o hatch. Essa nova versão tem a difícil missão de concorrer com modelos consagrados: Renault Sandero Stepway, Hyundai HB20X e Volkswagen CrossFox. E está se saindo bem. O Activ é o melhor dos Onix. Gostoso de dirigir, econômico, e confortável, apesar do espaço limitado da cabine, e ótimo para rodar na cidade com o câmbio automático de seis marchas.

ONIX

O Onix Active custa a partir de R$ 58.490. Para acrescentar a caixa de marchas automática, a conta sobe R$ 5.100 e o carro sai por R$ 63.590. A pintura metálica custa mais R$ 1.350. O Onix Activ traz de diferente em relação às outras versões as molduras de plástico na cor preta nos para-lamas, apliques nos para-choques, rack no teto e estribos laterais. As rodas de 15 polegadas têm desenho exclusivo e a suspensão ficou 3 centímetros mais alta. Parece pouco, mas o que importa mesmo é a nova calibragem das molas e amortecedores que deixou o carro mais firme sem prejudicar o conforto.



O motor é o 1.4 flex, de 106 cavalos de potência. A terceira geração do câmbio automático da Chevrolet nem de longe lembra os primeiros sistemas que faziam o Onix soluçar e se arrastar na estrada. Os pequenos trancos que aparecem na troca automática das marchas agora são raros e não comprometem o conforto. Rodando a 100 km/hora na estrada, o Onix Activ é bem silencioso. O porta-malas é pequeno, 280 litros, mas adequado ao tamanho do carro. A posição de dirigir é agradável por conta do banco confortável com regulagem de altura. O volante é bom de empunhar e a visibilidade dos instrumentos perfeita. A central multimídia sensível ao toque é bem intuitiva de usar e o carro ainda vem com o sistema On Star, que coloca uma central telefônica 24 horas à disposição do motorista para passar vários tipos de informação e ainda auxiliar em caso de acidentes ou socorro mecânico. O serviço é pago como assinatura mensal.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

O acabamento do Onix Activ está acima da média para o segmento, embora a cor alaranjada presente no painel e em grandes espaços dos bancos e portas possa não agradar a todos. O plástico das peças internas é agradável ao toque e tecidos são de boa qualidade nos bancos e forração das portas. A boa vida a bordo só é um pouco prejudicada pela posição avançada do painel como um todo, que dá a impressão da peça estar “roubando” espaço interno. As janelas traseiras são pequenas e ficam numa posição elevada, prejudicando a visão dos passageiros mais baixinhos. O vidro traseiro também é pequeno, mas a visão para trás não é ruim porque este Onix conta com câmara de ré, aliada aos sensores de estacionamento. Sem ter a pretensão de ser um jipe fora da estrada, o Onix Activ dá segurança para enfrentar pisos um pouco mais ruins e encarar as lombadas nossas de cada dia.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM