Jornal do Commercio
LANÇAMENTO

BMW apresenta nova Série 5

Sedã executivo traz muita tecnologia, conforto e potência de sobra

Publicado em 13/04/2017, às 08h32

Carro chega às lojas no próximo mês com preços iniciando em R$ 315 mil / Divulgação
Carro chega às lojas no próximo mês com preços iniciando em R$ 315 mil
Divulgação
Sílvio Menezes
Editor de Veícuilos

SÃO PAULO - A BMW lançou no Brasil a nova família Série 5, que reúne sedãs de alto luxo e de excelente performance da montadora alemã. Em sua nova versão, o carro abusa de softwares para deixar a pilotagem mais divertida e também segura. Combinando uso de radares, câmeras de alta definição e modernos sistemas de navegação, os veículos da linha garantem a condução semiautônoma - que pode dispensar o motorista em várias situações.

A tecnologia presente no BMW é de impressionar mesmo os compradores mais exigentes. O mecanismo existente é capaz de manter a Série 5 na pista ao fazer a leitura da faixa e até de frear o automóvel ao perceber o risco de colisão em obstáculos como árvores, veículos, pedestres e animais. Vir com um pacote futurista de série não é exclusividade para os carrões, mas a marca alemã garante que os novos são um avanço. Um aprimoramento. E isso é bem aparente.

BMW

As câmeras são grande angular e têm ainda processadores de dados que ampliam o alcance na leitura do cenário em até 100 metros à frente, por exemplo, para detectar obstáculos e auxiliar o motorista na tomada de decisões.
O aparelho faz a leitura por calor, inclusive, em situações de neblina e no escuro e projeta a imagem no painel. Dispositivo que faz o carro estacionar só e sensores de ponto cego, para avisar a aproximação de veículos pela lateral, são outros componentes do carro só para pincelar o pacote de bondade.



A Série 5 foi apresentada para jornalistas ontem, em São Paulo, e chega às lojas no dia 3 de maio, quando as concessionárias farão o lançamento oficial para clientes. Executivos da marca dizem que o sedã reúne muito do luxo do Série 7 - modelo maior e bem mais caro. O Brasil recebe duas versões: a 530i M Sport e a 540i M Sport. As mudanças visuais aparecem em vários pontos, mas os ganhos são bem significativos em outras frentes. Interior refinado, como era de se esperar. Uma painel futurista e uma central multimídia reúnem os dados que o motorista precisa para uma condução segura. E o cockpit transmite ao condutor a sensação de estar no comando de uma espaçonave. A alavanca é bem pequena para dar um charme. Bem ao lado dela existe um seletor onde o condutor pode optar o melhor tipo de dirigibilidade de acordo com a situação.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Em sua sétima geração, o carro ficou 100 quilos mais leve. Para deixar o veículo mais magro, a engenharia usou componentes de alumínio que permitiram a redução de peso e, consequentemente, um consumo melhor de combustível. São dois tipos de motores. O 2.0, com 252 cavalos de potência, e a configuração 3.0, com 340 cavalos de potência. Não bastasse ser bruto nas acelerações, tem toda uma preocupação com o patrão. Esteja ele comandando o volante ou de carona na parte de trás. Quem viaja no assento traseiro passa dificuldade zero. O carro tem saídas de ar independentes para carona, sem falar que a bancada parece uma poltrona do papai. A previsão da BMW é comercializar de 400 a 500 unidades no País até o final do ano. Isso porque o mais baratinho, 5301, sai por R$ 315 mil. O modelo 540i é vendido por R$ 400 mil.

O editor viajou a convite da BMW


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM