Jornal do Commercio
SERVIÇO

Viaje com segurança e não caia em tentações no feriadão da Páscoa

Excesso de velocidade e carro sem revisão mecânica são apenas alguns dos erros que os motoristas cometem

Publicado em 13/04/2017, às 14h13

Revisar a mecânica e o comportamento ao dirigir são importantes antes de pegar a estrada / Edmar Melo - Arquivo/JC Imagem
Revisar a mecânica e o comportamento ao dirigir são importantes antes de pegar a estrada
Edmar Melo - Arquivo/JC Imagem
Edilson Vieira
Repórter de Veículos

Para quem vai aproveitar os próximos feriadões de abril e maio pegando a estrada é bom ficar atento. Antes de viajar, a palavra de ordem é revisar. Revisar o carro e também as atitudes como motorista. Checar as condições do veículo e não cometer imprudências ao volante contribuem para que a viagem seja feita apenas de boas lembranças. A temporada dos feriados prolongados começa amanhã, com Páscoa. Depois vem o feriado de Tiradentes (21) e do Dia do Trabalho (1° de maio). Evitar a ansiedade na estrada é a primeira dica. Por exemplo, a pressa para chegar ao destino pode ser um grande fator de acidentes. “É comum anotarmos excesso de velocidade e também um maior número de atropelamentos durante os feriados prolongados”, diz Cristiano Mendonça, inspetor da Policia Rodoviária Federal em Pernambuco.

O policial lembra que desde novembro do ano passado o valor de todas as multas previstas no Código Nacional de Trânsito tiveram reajuste e ficaram bem pesadas para o bolso do motorista infrator. Um exemplo é a multa por trafegar no acostamento, um tipo de falta comum nas estradas nesta época. “Muitos motoristas, para escapar de um engarrafamento na pista, passam a circular pelo acostamento da estrada. Isso é errado porque a via serve para situações de emergência como socorro mecânico ou resgate de acidentados”, explica Mendonça. Ele lembra que trafegar no acostamento agora rende uma multa bem salgada: R$ 1.467, 35. Outro erro comum é forçar a ultrapassagem, o que aumenta o risco de colisão frontal. Se escapar da batida e for pego em flagrante, o motorista infrator terá que arcar com a multa de R$ 2.934.



FERIADÃO

Para garantir uma viagem sem frustrações é bom não esquecer da revisão mecânica. Para um carro novo, com até dois anos de uso, o próprio motorista pode fazer uma inspeção visual checando alguns itens (veja nossa lista na ilustração ao lado). Mas se o carro já tiver três anos ou mais de uso, ou estiver acima dos 60 mil km, é bom passar em um mecânico de confiança para uma revisão mais apurada. Pneus, freios e funcionamento de todas as luzes estão entre os itens básicos.

É bom também ficar atento aos documentos necessários (pessoais e do veiculo). Por fim, planejar bem a ida e a volta da viagem prestando atenção a condições das estradas, melhor horário para viajar e pontos de abastecimento e descanso, se o percurso for mais longo. Enfim, viajar é bom. Voltar inteiro e com apenas boas lembranças, é melhor ainda. Veja quais são os sete pecados que você não pode cometer neste feriadão.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM