Jornal do Commercio
MINIATURAS

Carros da Stock Car são retratados em miniaturas

A categoria clássica do automobilismo brasileiro ganha réplicas fiéis aos modelos originais para colecionadores

Publicado em 28/04/2017, às 14h51

A coleção começa com o carro que Rubens Barrichello utilizou no campeonato de 2014 / Divulgação
A coleção começa com o carro que Rubens Barrichello utilizou no campeonato de 2014
Divulgação
Editoria de Veículos

A Editora Planeta DeAgostini, colocou no mercado fascículos acompanhados de miniaturas de carros da Stock Car. As miniaturas em escala de colecionador - 1/43, são reproduções fiéis dos modelos originais usados nas corridas e são produzidos em metal e plástico. Cada carro possui base expositora personalizada e é protegido por caixa de acrílico. Acompanhando cada edição, um fascículo com informações, curiosidades e fatos sobre a competição e seus pilotos. A coleção será composta por 60 edições, que trazem os modelos mais marcantes que já passaram pela competição, incluindo os tempos mais nostálgicos, como o Chevrolet Opala, de 1972, utilizado por Ingo Hoffmann.



MINIATURAS

O primeiro fascículo trará a miniatura do Chevrolet Sonic, de Rubens Barrichello, pilotado no campeonato de 2014. O segundo fascículo traz a miniatura do Peugeot 408 pilotado por Marcos Gomes em 2015. As duas réplicas seguintes reproduzem o Chevrolet Sonic de Cacá Bueno, de 2012, e de Thiago Camilo, de 2015, respectivamente. O primeiro fascículo tem o preço promocional de R$ 14,99. O segundo será vendido por R$ 29,99, e as demais, por R$ 54,99. A coleção estará disponível nas bancas a partir da próxima semana em algumas regiões do Brasil e por meio do serviço de assinatura com envio para todo o Brasil.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM