Jornal do Commercio
MOTOCICLETA

BMW começa a produzir nova moto em Manaus

Modelo que ganhou nacionalidade brasileira é a menor já feita pela marca alemã

Publicado em 19/05/2017, às 13h40

Motocicleta de 310 cilindradas é destinada principalmente ao uso urbano / Divulgação
Motocicleta de 310 cilindradas é destinada principalmente ao uso urbano
Divulgação
Editoria de Veículos

A nova BMW G 310 R é brasileira — ou melhor, manauara. A menor das motocicletas BMW já está sendo produzida na fábrica do BMW Group em Manaus (AM). Além da BMW G 310 R, a fábrica produz outros nove modelos, todos voltados exclusivamente para o mercado nacional: BMW F 800 GS; BMW F 800 GS Adventure; BMW F 800 R; BMW R 1200 GS; BMW R 1200 GS Adventure; BMW S 1000 R; BMW S 1000 RR; BMW S 1000 XR e BMW F 700 GS – este último foi o primeiro a sair das linhas de montagem, em outubro de 2016.



BMW

O BMW Group afirma que investiu cerca de 4 milhões de euros em treinamentos e equipamentos para produção de novos modelos na fábrica de Manaus (AM). A primeira motocicleta produzida a partir deste novo ciclo de investimentos é a BMW G 310 R, um dos principais lançamentos da BMW no Brasil em 2017. Inaugurada em outubro de 2016, a fábrica de Manaus produz cerca de 98% da demanda da BMW Motorrad no Brasil. O investimento inicial do BMW Group foi de aproximadamente 10,5 milhões de euros na planta, que tem capacidade produtiva inicial de 10 mil motocicletas por ano e já foi responsável pela contratação de mais de 175 colaboradores e 45 fornecedores locais, sendo 15 para a nova linha de produtos.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM