Jornal do Commercio
SEGURANÇA

Fiat Mobi tem resultado considerado “fraco” em teste de colisão

Modelo foi submetido a testes de impacto por instituto independente e tirou nota 1 na proteção de adultos

Publicado em 01/08/2017, às 14h48

Resistência a choques laterais foi criticada / Divulgação Latin NCAP
Resistência a choques laterais foi criticada
Divulgação Latin NCAP
Editoria de Veículos

O Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, o Latin NCAP, divulgou nesta terça (1º) o resultado dos testes de impacto feitos com o Fiat Mobi, fabricado no Brasil. O compacto recebeu apenas uma estrela para a proteção do ocupante adulto e duas estrelas para a proteção do ocupante criança. O resultado considerado “fraco” pelo Latin NCAP é semelhante ao obtido pelo Chevrolet Onix no mês de maio último, quando o hatch da Chevrolet recebeu 0 estrela para a proteção de adultos e 3 estrelas para a proteção de crianças. A nota máxima possível é de 5 estrelas.

TESTE

Segundo o Latin NCAP, o Mobi proporcionou proteção “marginal” ao peito dos adultos no teste de impacto frontal. A estrutura (carroceria) do carro foi considerada estável nesse impacto. Já no teste de batida lateral, a proteção proporcionada ao peito do adulto foi considerada fraca. O desempenho estrutural do Mobi no impacto lateral mostrou uma alta penetração da coluna B do carro, igual ao que aconteceu no Chevrolet Onix. De acordo com o Instituto, a falta de airbags laterais junto com o ruim desempenho estrutural explicam a baixa pontuação.



 

Além disso, a porta traseira se abriu no teste de batida de impacto lateral, expondo os ocupantes a riscos. A falta de cintos de segurança de três pontos em todas as posições dos bancos e o fato do veículo não contar com ancoragens ISOFIX padrão para fixação de cadeiras infantis também foram criticados pelo Latin NCap.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM