Jornal do Commercio
MERCADO

Vendas de motos registram alta no mês mas perda no ano ainda é grande

Queda nas vendas no acumulado de janeiro até agosto projeta pior ano desde 2003

Publicado em 06/09/2017, às 15h27

Mercado de motocicletas vive momento ruim com falta de crédito ao consumidor / Divulgação
Mercado de motocicletas vive momento ruim com falta de crédito ao consumidor
Divulgação
Editoria de Veículos

A venda de motocicletas no mês passado registrou 76,3 mil unidades comercializadas no Brasil, uma alta expressiva de 8,5% sobre julho. Mas o setor ainda acha cedo para comemorar. O crescimento nas vendas é atribuído ao maior número de dias úteis de agosto, com 23 no total, em relação a julho,com 21 dias de vendas. A média diária de emplacamentos, no entanto, ainda é considerada baixa. Manteve-se em 3,3 mil unidades pelo segundo mês seguido.

MOTOS

Quando é feito o balanço das vendas acumuladas no ano, foram licenciadas no total 573,9 mil unidades. O número representa 18,8% menos, comparado ao mesmo período do ano passado, que já foi considerado muito ruim. O desempenho de mercado de motocicletas nos oito primeiros meses do ano jogam para baixo a projeção feita pela associação de fabricantes (Abraciclo) de 890 mil unidades para este ano. O quadro atual de vendas acumuladas é o pior desde 2003.



O Nordeste está perdendo a segunda colocação em vendas para o Sudeste. Em 2010, o Nordeste despontou como o segundo melhor mercado do País para motocicletas mas a regulamentação das vendas das motos de cinquenta cilindradas, a queda na oferta de empregos e de renda na região, aliados ao aumento na dificuldade para conseguir crédito, causou a retração nas vendas que já dura seis anos.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM