Jornal do Commercio
SEGURANÇA

Ford Ka é reprovado em teste de impacto lateral

Modelo popular foi testado nas versões hatch e sedã por instituto que avalias as condições de segurança dos carros vendidos na América Latina

Publicado em 25/10/2017, às 18h00

Relatório aponta deformação excessiva da coluna da porta / Divulgação/ Latin NCAP
Relatório aponta deformação excessiva da coluna da porta
Divulgação/ Latin NCAP
Editoria de Veículos

O Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe (Latin NCAP) apresentou hoje (25) resultados do teste de colisão realizado com o Ford Ka nas versões hatch e sedã. O modelo, fabricado no Brasil, desapontou em relação à segurança de motoristas e passageiros, sobretudo, no teste de impacto lateral. O carro ganhou zero estrela para a proteção de adultos e três para a de crianças. O Latin NCAP atribui cinco estrelas a pontuação máxima.

FORD

O Ford Ka é o terceiro carro mais vendido no Brasil. Segundo o instituto responsável pelo teste, em relação ao teste de impacto frontal, a proteção oferecida à cabeça do motorista foi adequada. Já a proteção do peito foi considerada “marginal”. Ainda segundo o relatório, a área dos joelhos do motorista e do acompanhante mostraram estruturas perigosas. A proteção da cabeça e do pescoço do acompanhante foi boa, enquanto a do peito, adequada.



As falhas maiores foram registradas em relação aos resultados do teste de impacto lateral. As leituras do dummy (bonecos usados nos testes e que simulam seres humanos ao receberem o impacto das batidas) mostraram proteção boa para a cabeça e a pélvis, proteção adequada para o abdome e proteção pobre para o peito, gerando um resultado de zero estrela. O Latin NCAP diz que o veículo não proporciona airbags laterais, não conta com reforços estruturais para o impacto lateral nas portas nem com elementos de absorção de energia para a pelve na porta ou nos painéis interiores dela.

 

O veículo apresentou uma alta penetração da barreira móvel, causando um alto deslocamento do pilar B, fato que questiona a capacidade do carro de oferecer melhor proteção lateral mesmo tendo airbags laterais. A porta traseira do lado do impacto foi aberta no teste de impacto lateral, expondo os passageiros a um perigo mais grave, segundo o relatório.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM