Jornal do Commercio
energia

Falta estrutura para atendimento

Com catástrofe recente, problema foi evidenciado

Publicado em 03/02/2016, às 14h54

Marcelo Santana

Como ex-funcionário da Celpe, posso afirmar que a empresa não dispõe de material humano suficiente e nem qualificado para atender demandas rotineiras de Pernambuco. Com a catástrofe que se abateu no Grande Recife, dia 29, o problema ficou mais evidente. Depois da privatização, houve diminuição acentuada do corpo técnico operacional, transferindo essas tarefas às empresas terceirizadas, que não dão o mesmo treinamento aos eletricistas. Além disso, não há órgãos reguladores que fiscalizem, com eficácia, a qualidade de atendimento da referida concessionária, nos restando apenas pagar as contas de energia, cada vez mais salgadas.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM