Jornal do Commercio
saúde pública

Propaganda sobre combate ao Aedes aegypti

Precisamos chegar a recordes absurdos para ter ação da Prefeitura

Publicado em 15/02/2016, às 19h36

Wlademir Lacerda

Achei uma falta de respeito da Prefeitura com as centenas de mães e crianças vítimas de microcefalia – em virtude da epidemia do zika vírus – a propaganda nos intervalos dos shows nos diversos polos de Carnaval: uma voz feminina regozijava que, vejam bem, “A Prefeitura do Recife se antecipa no combate do mosquito Aedes aegypti, com ações...”. Como pode a cidade campeã mundial de casos afirmar que se antecipou no combate do mosquito? Precisamos chegar a recordes absurdos para ter alguma ação da prefeitura. E, nem governo estadual, nem federal se tocaram ainda e, fora falácias, não liberaram um tostão para o Estado.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM